Curtas de quarta-feira – 29 de maio

53

CAPS-AD passa a atender em novo endereço

Desde segunda-feira (27), o Centro de Atenção Psicossocial, ou CAPS-AD ‘Dr. Calil Buanain’, passou a atender na Avenida Professor Sebastião de Almeida Machado, nº 493, no bairro Santa Angelina.

Como unidade assistencial, o CAPS-AD, que antes atendia na Avenida Sete de Setembro, nº 432, oferece assistência de saúde mental a usuários do SUS (Sistema Único de Saúde), com transtornos decorrentes do uso de álcool e outras drogas. O atendimento deste serviço é feito de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h.

 

Prefeitura nos Bairros chega à região do Iedda

O Programa Prefeitura nos Bairros chegou nesta semana ao Jardim Residencial Iedda e bairros do entorno, incluindo Del Rey, Esplanada, Imperial e Athenas, entre outros. A cerimônia que oficializa a abertura do programa naquela região será realizada hoje (29), às 9 horas, com a presença do prefeito Edinho.

O programa leva os equipamentos e serviços oferecidos pela Prefeitura às diversas regiões da cidade. Equipes de diferentes áreas da Prefeitura prestam atendimento direto aos moradores da região, que podem resolver as suas principais demandas relacionadas ao governo municipal sem precisarem sair do bairro. Estes atendimentos sociais começaram na segunda-feira (28), e seguem até sexta-feira (31), das 8h às 12h, no Centro de Convivência José da Conceição.

O Prefeitura nos Bairros dá uma nova cara aos bairros por onde passa, com serviços de zeladoria como tapa-buracos, poda de árvores, pintura de guias e sarjetas, limpeza de bocas de lobo, troca de lâmpadas queimadas, remoção e pulverização de árvores, limpeza de terrenos, retirada de entulhos e renovação da sinalização de trânsito.

 

Fim da greve

A greve iniciada na última sexta-feira (24) pelos servidores da Prefeitura de Boa Esperança do Sul acabou nessa terça-feira (28). Os grevistas aceitaram a proposta de reajuste feito em duas vezes pelo prefeito Fabio de Souza (MDB).

Representantes do SISMAR (Sindicato dos Servidores Municipais de Araraquara e Região) estiveram reunidos com vereadores da cidade e decidiram em assembleia aceitar a proposta do Executivo de receberem 2,5% de reajuste em junho e mais 3% somente em dezembro. O prefeito também se comprometeu a não descontar os dias parados. Os servidores reivindicavam a reposição de inflação do último período, de 4,94%.

De acordo com o sindicato, a categoria não tem reajuste desde 2015, o que gerou perdas de 22% nos vencimentos.