Audiência Pública deve discutir liberdade de expressão nas salas de aula

2

Na tarde da segunda-feira (11), os vereadores Edio Lopes, Paulo Landim e Toninho do Mel, da bancada do PT, estiveram reunidos com deputado estadual Paulo Fiorilo, do mesmo partido, no Plenarinho da Câmara Municipal de Araraquara.

A reunião teve como finalidade discutir a autonomia das escolas frente ao avanço do movimento “escola sem partido”, que defende o não posicionamento de professores em relação a questões de caráter, principalmente, político.

Em 17 de setembro, foi ministrada uma palestra sobre diversidade cultural na Escola Estadual Alberto Alves Rollo, localizada na cidade de Américo Brasiliense, com autorização da gestão escolar. A atividade incluía uma roda de conversa e debate sobre diversidade étnica, religiosa, sexual e de gênero. O objetivo era discutir questões que são presentes na realidade escolar e na sociedade, em especial para combater preconceitos e promover o respeito e a tolerância entre os alunos. Passados alguns dias, um deputado estadual questionou o trabalho e alegou que investigaria a situação. Neste ano também foi registrado caso semelhante na Escola Estadual Bento de Abreu (EEBA), em Araraquara.

Nesse sentido, como a Diretoria Regional de Ensino, responsável pela escola, fica localizada em Araraquara, o parlamentar e os vereadores propuseram juntos que fosse realizada ainda neste ano Audiência Pública para discutir a liberdade de expressão e de ensino dos professores. “Temos dois acontecimentos preocupantes no que diz respeito à área da educação no município. Precisamos dialogar com a população e os órgãos competentes para evitar retrocessos”, destacou o líder do Governo, Paulo Landim.