Araraquara recebe mais R$ 1 milhão para o combate ao coronavírus

Prefeito Edinho e secretária de Saúde, Eliana Honain, agradeceram ao deputado federal Alexandre Padilha (PT-SP), responsável pela emenda parlamentar que liberou os recursos

74
Prefeito Edinho e deputado Alexandre Padilha

O prefeito Edinho e a secretária de Saúde, Eliana Honain, agradeceram nesta quarta-feira (15) ao deputado federal Alexandre Padilha (PT-SP) pela destinação de R$ 1 milhão em emenda parlamentar para as ações de enfrentamento ao novo coronavírus, causador da pandemia da doença Covid-19.

Edinho e Eliana participaram de uma transmissão pelo Facebook e conversaram ao vivo com Padilha por meio de um aplicativo online. O parlamentar, que também já foi ministro da Saúde, estava na Câmara dos Deputados, em Brasília, no momento do vídeo.

“Esse recurso está sendo usado no combate ao coronavírus aqui em Araraquara. Estamos criando uma estrutura para que a população de Araraquara tenha condições de ter assistência e de lutar pela vida. Venho publicamente agradecer toda a sua sensibilidade com a população de Araraquara”, disse Edinho a Padilha.

O prefeito ainda fez uma prestação de contas das ações que estão sendo realizadas. A Prefeitura já deu início ao acolhimento à população no Polo de Atendimento Estratégico do Coronavírus, na UPA da Vila Xavier. É essa unidade que recebe os araraquarenses com sintomas gripais e faz o encaminhamento para os demais hospitais da rede de saúde e aos hospitais de campanha. Um desses locais é o Hospital da Solidariedade, que terá 50 leitos e está na fase final das obras.

A secretária de Saúde também agradeceu a Padilha. “Eu sabia que poderíamos contar com o seu trabalho. Esse recurso é fundamental para a gente. Tivemos que nos antecipar para não deixar nossa população em risco. Nossa eterna gratidão a você por sua generosidade”, afirmou.

O deputado federal disse que tem muita confiança de que o dinheiro será bem utilizado. “Eu é que agradeço, prefeito Edinho, pelo trabalho que o senhor, sua secretária Eliana e toda a equipe têm demonstrado. É exatamente aquilo que a gente espera de qualquer pessoa que coloque a vida em primeiro lugar, tomando as medidas de forma antecipada para que aquela tragédia que ocorreu em outros países do mundo não aconteça em Araraquara”, declarou Padilha.

O ex-ministro também mostrou preocupação com a situação enfrentada pelo Brasil e pelo Estado de São Paulo, já que os leitos de UTI já começam a beirar os 70% e 80% de ocupação em alguns casos. “Isso mostra a gravidade do tema e a importância das medidas de prevenção. Infelizmente, nem todos os lugares do Brasil estão tendo a mesma atitude que Araraquara está tendo para se precaver.”

Situação da Covid-19
O boletim do Comitê de Contingência do Coronavírus divulgado nesta quarta-feira (15) informou mais seis casos da doença em Araraquara, passando para 37 confirmações e duas mortes.

Além dos 37 casos confirmados, outros 53 casos foram descartados e 13 estão aguardando resultados de exames. Seguem internadas 18 pessoas e uma morte ainda é investigada.

Fazem parte do grupo de risco da Covid-19: idosos (acima de 60 anos), pessoas com doenças autoimunes, imunossuprimidos, gestantes, lactantes e pessoas com doenças crônicas. Entre os sintomas do novo coronavírus estão febre alta e persistente, tosse, cansaço e falta de ar.

Para a prevenção da doença, é recomendada a higienização frequente das mãos (com água e sabão ou álcool gel) e o isolamento social, evitando aglomerações (prática seguida por diversos países do mundo).

Mais informações sobre o coronavírus estão disponíveis no site www.araraquara.sp.gov.br/coronavirus