Professora é presa acusada de embriaguez ao volante

Mulher de 55 anos colidiu seu carro em dois veículos estacionados na Vila Xavier

1130

Uma professora, de 55 anos, foi presa em flagrante na noite dessa quarta-feira (8), acusada de dirigir embriagada. Ela alegou que tomava remédios controlados para depressão e que teria desmaiado ao volante, mas a sua embriaguez foi constatada no bafômetro.

Segundo o boletim de ocorrência, por volta de 19h20, a mulher seguia com seu veículo VW/Gol, com placas de Araraquara, pela Avenida Paulo da Silveira Ferraz e, ao chegar ao cruzamento com a Rua Marechal Deodoro da Fonseca, na Vila Xavier, acabou perdendo o controle da direção e colidindo contra dois carros que estavam regularmente estacionados.  Ela foi socorrida para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Central.

Os proprietários dos veículos atingidos pelo carro da professora acionaram a Polícia Militar e relataram o ocorrido. Em seguida, os PMs foram até a UPA, onde constataram que ela não havia sofrido nenhum ferimento, porém, apresentava claros sinais de embriaguez. A professora foi questionada se havia consumido alguma bebida alcoólica, mas alegou que fazia uso de remédio controlado para depressão e, que no momento do acidente havia desmaiado, por isso, teria perdido o controle de direção do carro. Mesmo assim, os policiais requisitaram o teste do bafômetro que constatou que a professora havia consumido bebida alcoólica.

Depois de ser liberada da unidade médica, a professora foi presa em flagrante e conduzida para a Delegacia de Plantão, onde o delegado arbitrou uma fiança no valor de R$ 2 mil, mas como não foi paga, ela acabou sendo recolhida à Cadeia Pública Feminina de São Carlos. Ela seria encaminhada para audiência de custódia na manhã desta quinta-feira (9).