Yashuda fiscaliza retirada de aguapés na Represa do Córrego do Lajeado

102

O vereador Jéferson Yashuda (PSDB) fiscalizou na quinta-feira (03) a execução dos serviços de retirada de aguapés da represa do Córrego do Lajeado, localizado no Parque das Laranjeiras, zona Oeste de Araraquara.

O serviço teve início no final do mês de agosto em atendimento à reivindicação dos moradores e em cumprimento a um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), proposto em outubro do ano passado pelo Ministério Público de Araraquara, por meio da Promotoria do Meio Ambiente, para que o Departamento Autônomo de Água e Esgotos (Daae) realizasse o serviço de recuperação da represa.

“Os serviços estão avançando e já é possível ver água em boa parte da represa com a retirada da vegetação aquática, que, anteriormente, cobria um percentual estimado em mais de 90% do espelho d´água. A previsão é concluir o serviço até o próximo mês de dezembro”, disse Yashuda.

O TAC resultou de um Inquérito Civil instaurado após representação formulada pelo Conselho de Moradores do Parque das Laranjeiras que solicitava uma apuração sobre as causas da proliferação de vegetação aquática nas águas da represa. Apesar de não ter finalidade de abastecimento público, a represa tem uma grande importância para os pequenos agricultores locais.

O serviço está sendo realizado por empresa especializada vencedora da licitação para execução de serviços de remoção, transporte e destinação dos aguapés. Yashuda lembra que a Câmara aprovou recursos até o limite de R$ 780 mil para a recuperação da represa do Lajeado.  O Córrego do Lajeado pertence à Bacia Hidrográfica dos Rios Tietê-Jacaré e à Sub-bacia do Ribeirão das Cruzes.

Em fevereiro deste ano, o Daae e a Universidade de São Paulo (USP) assinaram um convênio com o objetivo de cooperação acadêmica na área de Hidráulica e Saneamento, com validade de cinco anos. No final de julho, no auditório da autarquia, os alunos da Escola de Engenharia de São Carlos da USP, sob a responsabilidade do Prof. Dr. Evaldo Luiz Gaeta Espíndola, apresentaram o relatório final do estudo sobre as condições ambientais da Represa do Córrego do Lajeado, que está com proliferação de macrófitas aquáticas (aguapés), em prejuízo da fauna e da qualidade da água. A partir do estudo apresentado, o Daae, além de realizar a limpeza do local, poderá combater as causas dessa proliferação para que não ocorra o retorno do problema.