Workshop sobre empregabilidade deve ser realizado em Araraquara

29

Encontrar meios para empregar jovens de periferia, esse foi o objetivo da reunião marcada pela vereadora Thainara Faria (PT) com os gestores de nove dos dez Centros de Referência e Assistência Social (Cras) da cidade. A reunião, realizada na tarde da sexta-feira (30), na unidade do Cruzeiro do Sul, também contou com a presença da gerente da Proteção Básica, Giovana Perez Arruda, e do assessor de Políticas para a Juventude, Adriel Barbosa.

Para Giovana, primeiramente, é necessário trabalhar a segurança de autonomia dos adolescentes e também de adultos que estão fora do mercado de trabalho. “Uma das frentes do Suas (Sistema Único de Assistência Social) é a segurança de autonomia, ou seja, tem a ver com a capacidade que cada um tem em acreditar em si mesmo. Precisamos promover o desenvolvimento das pessoas e criar oportunidades para isso”, explicou.

A gestora do Cras do bairro Parque São Paulo, Ana Miriam Petito, concorda. “Percebemos a falta de confiança ao conversar com essas pessoas. Elas têm medo da entrevista. Elas acham que não merecem o trabalho.”
Thainara explica que a ideia é organizar um workshop, a ser realizado no início de setembro, no qual os participantes aprenderão como se portar nas entrevistas de emprego, bem como receberão dicas de como montar seus currículos. “A expectativa é que, por meio de parcerias, consigamos reunir professores de escolas como Sebrae, Cebrac e Ceproesc para ministrarem oficinas para os interessados. Conto com os gestores para fazer a divulgação, pois o Cras é a porta de entrada dos bairros”, reitera.

Setembro Amarelo

Ao final da reunião, a gestora do Cras Hortênsias, Sueli Estivanato, ainda pontuou a elevada demanda de tentativas de suicídios que os centros de assistência estão recebendo. “Poderíamos aproveitar a campanha Setembro Amarelo para promovermos uma conversa sobre o assunto.” A parlamentar comprometeu-se em viabilizar a realização da ação.