Porcelanas em exposição no MAPA retratam patrimônio da cidade

30

Na última semana foi lançada a coleção ARACOARA pela Vida Louça Porcelana e, agora, a partir desta quinta-feira, 17 de outubro, as peças ficarão em exposição no MAPA – Museu de Arqueologia e Paleontologia de Araraquara.

A linha de porcelanas artesanais Vida Louça, produzida pelo artista e comunicador Tadeu Queiroz, resgata valores do patrimônio histórico e imaterial de Araraquara. Trata-se de uma linha de porcelana composta por pratos de 26cm e conjunto de xícara de café e pires estendido que trazem motivos próprios da cultura araraquarenses: a lenda da serpente da igreja da Matriz de São Bento e as pegadas de dinossauros nas placas de arenito no calçamento urbano.

“A ideia da coleção surgiu porque fazendo as feiras de economia criativa com a Vida Louça, observei que não há um souvenir que representa a nossa cidade”, relata Tadeu Queiroz, criador da marca. Tadeu, então, convidou a designer Marina Amaral e o ilustrador Daniel Almeida para desenvolverem e assinarem as artes da coleção.

Marina Amaral criou “Araraquara e as Pegadas dos Dinossauros” a partir de sua experiência com o tema. Marina e empresa Rima Design criaram a expografia da exposição permanente do MAPA. A designer trouxe para o grafismo a pegada do Celulossauro, um dinossauro do tamanho aproximado de uma galinha que marca a transição do período Jurássico e Cretáceo.

Daniel Almeida desenvolveu a arte para “Araraquara, a Matriz e a Serpente” que reconta a lenda da serpente adormecida com a cabeça sob o altar da matriz e o final da causa no cemitério das Cruzes, popular Cemitério do Britos. Daniel já ilustrou diversos livros infantis, em especial a coleção “Arranha-Céu” que aborda arquitetura e urbanismo tendo como leitor o público infantil.

“Tanto Marina como Daniel são parceiros desde nossa formação universitária na Unesp em Bauru, são competentes para o assunto e artistas com muita personalidade”, comenta Tadeu, lembrando que este projeto também conta com a participação de Weber Fonseca, que trabalhou principalmente na criação do conceito, títulos e organização do material.

As peças de porcelana da coleção ARACOARA além de decorativas são também utilitárias. Decalcadas e queimadas a 780°C podem ser usadas no microondas e máquina de lavar louça. Vale lembrar que esta é a segunda coleção lançada pela Vida Louça – a primeira ocorreu em 2016, com “Formiqueiroz”, e trouxe um tema recorrente até hoje nas peças da marca: formigas.

O horário de visitação do MAPA é de segunda à sexta-feira, das 9h15 às 17h; e aos sábados, das 9h30 às 11h45. O museu está localizado na Rua Voluntários da Pátria (5), na esquina da Avenida Portugal, região central da cidade.

 

SERVIÇO:

Exposição da Coleção ARACOARA, por Vida Louça

Local: MAPA – Museu de Arqueologia e Paleontologia de Araraquara (Rua Voluntários da Pátria, esquina da Avenida Portugal – Centro)

Data: a partir de quinta-feira (17 de outubro)

Horário de visitação: de segunda à sexta-feira, das 9h15 às 17h; e aos sábados, das 9h30 às 11h45

Entrada gratuita