Moradores do Assentamento Bela Vista recebem máquina niveladora de estradas

54

Atendendo solicitação da população no Orçamento Participativo, a Prefeitura entregou uma máquina motoniveladora de estradas (patrol) aos moradores do Assentamento Bela Vista na manhã de sábado (10).

O maquinário foi uma demanda da plenária da Região 11 do OP em 2017 e será utilizado para a manutenção permanente das vias do assentamento. O equipamento foi comprado com recursos próprios da Prefeitura, com investimento de R$ 600 mil.

Antes da aquisição da patrol, a manutenção do Bela Vista era feita com uma máquina do Município que atende toda a área rural e as áreas de chácaras.

“Os moradores do assentamento pediram esta máquina para a manutenção das suas estradas rurais. Isso é muito importante, porque, no período das chuvas, a condição das estradas determina o processo produtivo, permite que os assentados da agrovila possam chegar aos seus lotes. Também significa o acesso das crianças à educação, porque, se as estradas estiverem ruins, as crianças não vêm até a escola. Os moradores pediram no OP, passou como prioridade e a Prefeitura está cumprindo”, afirmou o prefeito Edinho.

Na mesma solenidade, ainda foram empossados os integrantes do Grupo de Trabalho para Organização e Monitoramento dos Serviços de Recuperação e Manutenção das Estradas do Assentamento Bela Vista.

O grupo, formado por sete moradores do assentamento, ficará responsável por indicar quais vias do Bela Vista serão priorizadas para receber a manutenção. Os representantes foram eleitos em assembleia do Orçamento Participativo.

Participaram do evento o vice-prefeito e secretário do Trabalho e do Desenvolvimento Econômico, Damiano Neto; a secretária de Planejamento e Participação Popular, Amanda Vizoná; a coordenadora de Agricultura, Silvani Silva; o coordenador de Participação Popular, Alcindo Sabino; o presidente do COP (Conselho do Orçamento Participativo), Haroldo Campos; Ademar Reis, representando todos os moradores do Assentamento Bela Vista; Lívia Barbosa Reis, estudante do 8º ano da Emef Hermínio Pagotto, representando os alunos; e a diretora da escola, Fernanda Paulino, entre outras autoridades e lideranças do assentamento.