Futuros conselheiros tutelares debaterão ao vivo na TV Câmara

88

Na tarde de quinta-feira (19), o presidente da Câmara Municipal de Araraquara, vereador Tenente Santana (MDB), recebeu em seu gabinete a secretária de Justiça e Cidadania, Mariamalia de Vasconcellos Augusto, e Fernanda Antonioli Cardozo, gestora de programas da Secretaria, para tratar de uma das fases do procedimento seletivo dos novos conselheiros tutelares.

“Nós viemos acertar com o presidente da Câmara a utilização do espaço desse parlamento para os debates entre os candidatos a conselheiros tutelares dos dois conselhos. A cooperação foi muito grande, como sempre, com muita disposição do presidente Santana em colaborar com todo o processo democrático em proveito da sociedade”, garantiu Mariamalia.

Segundo os organizadores, todo o esforço foi envidado para que tudo tenha o melhor desfecho possível. Os resultados foram positivos nas provas aplicadas, teórica e de informática, e tudo rigorosamente assistido, visando transparência absoluta.

Vale lembrar que a votação para a escolha dos membros dos Conselhos Tutelares I e II, ao quadriênio 2020-2023, será realizada no próximo dia 6 de outubro, das 8 às 16 horas, nas Faculdades Logatti. Ressalta-se que é facultativa, porém, poderão votar os eleitores de Araraquara, que portarem título de eleitor e documento com foto.

Os debates, com transmissão ao vivo pela TV Câmara e suas plataformas digitais, acontecerão nos próximos dias 25, 26 e 27 de setembro, na Câmara Municipal, sempre a partir das 19 horas. Os 22 candidatos estarão divididos em grupos, determinados por sorteio – 8 candidatos no dia 25, 7 no dia 26 e 7 no dia 27.

“Essa é uma oportunidade para que todos possam passar suas mensagens e para que os eleitores conheçam um pouco daqueles que estarão, a partir do ano que vem, ocupando um cargo de extrema importância em defesa das crianças e dos adolescentes, que é o papel dos conselheiros”, frisou Santana, lembrando que a Câmara teve participação nas discussões, debates e aprovação da lei para a nova concepção no processo de seleção dos integrantes dos Conselhos Tutelares.