Ergonomia e Aids são abordados na Câmara

1

A Semana Interna de Prevenção de Acidentes do Trabalho (Sipat) 2019 prossegue levando informações ao público interno da Câmara Municipal de Araraquara.

Na quarta-feira (15), Andrea Correa Carrascosa, professora de Fisioterapia da Uniara e uma das responsáveis pelo estágio de Fisioterapia Preventiva, acompanhada por estudantes do 4º ano do curso, conduziu a palestra “Orientações sobre Ergonomia”. De forma descontraída e com muitos exemplos práticos, Andrea e os alunos mostraram exemplos de posturas corretas e incorretas nas várias atividades do dia a dia, desde o melhor modo de se sentar na cadeira e distribuir objetos sobre a mesa até ações cotidianas como deitar, levantar e caminhar, especialmente carregando bolsas ou utilizando o celular, algo muito comum hoje em dia.

Já na quinta-feira (16), foi a vez de conversar sobre “HIV/Aids – Prevenção, conscientização e situação atual”, com o médico sanitarista e acupunturista Rodolpho Telarolli Junior. Ele discorreu sobre a doença, que é relativamente nova (os primeiros casos foram diagnosticados em 1981, nos Estados Unidos). No Brasil, o primeiro registro é de 1982, quando o vírus ainda não havia sido isolado e a doença era chamada de “peste gay”. “Havia muito preconceito, desinformação, e o portador do vírus era vítima da doença e do preconceito”, observa o médico. Em cerca de uma década, no entanto, os casos foram se disseminando, gradativamente, entre prostitutas, hemofílicos, mulheres e a população em geral, o que demonstrou que a Aids não é um problema moral, mas sim, de saúde pública.