Artistas e vigilantes são reconhecidos em dias municipais

51

Durante a tarde de quarta-feira (23), foram sancionadas pelo prefeito Edinho Silva (PT) duas leis de autoria do vereador Toninho do Mel (PT), que incluem no Calendário Oficial de Eventos de Araraquara os dias municipais do vigilante e do artista.

A primeira data, a ser comemorada anualmente em 20 de junho, busca trazer reconhecimento a uma profissão exaustiva, exposta a riscos e que, segundo o líder do Executivo, é muito importante para minimizar os índices de violência da cidade. “Quantas ocorrências nós evitamos ou até mesmo os responsáveis são presos graças ao trabalho dos vigilantes? Eles são parceiros da Polícia Militar e ajudam no combate ao crime”, enfatizou Edinho.

Para Hugo Lombardi, responsável pela Academia de Formação do Vigilante em Araraquara, a nova legislação abre portas para o fortalecimento da categoria. “Na verdade, a função do vigilante é bastante fragmentada e fragilizada. Essa lei vai ajudar a unir essa classe que é desunida, além de dar merecimento à profissão.”

Por sua vez, em 24 de agosto, Araraquara passa também a comemorar o Dia do Artista. Para Edinho, uma profissão vítima de preconceitos. “Muitas vezes, o artista é tido como aquele que não tem ocupação. Mas pelo contrário, além de artista, ele é também empresário, motorista, carregador de instrumentos”, defendeu o projeto.

O cantor Anésio Batista da Silva ficou feliz com a proposta. “É necessário um dia para a celebrar a profissão, muitas vezes não valorizada.”

Para Toninho do Mel, o reconhecimento das profissões faz parte de seu mandato. “Precisamos valorizar o trabalho das pessoas, que, muitas vezes, a sociedade não reconhece. Os artistas e os vigilantes merecem todo o meu respeito e de todas as pessoas. Por isso, um dia dedicado a eles”, reiterou.