Acesso ao Distrito de Taquaral terá duplicação e dispositivo de nível

4

O acesso ao Distrito de Taquaral, em Rincão, pela Rodovia Engenheiro Thales de Lorena Peixoto Júnior (SP-318) terá um dispositivo de nível a partir de 2020, segundo informações da Agência Reguladora de Transportes do Estado de São Paulo (Artesp).

“Existe uma cobrança muito grande quanto aos dispositivos de segurança neste trecho da SP-318, que liga São Carlos a Guatapará, onde já foram registrados inúmeros acidentes, muitos deles com morte, e nós fomos questionar a Artesp sobre esse assunto”, comenta a deputada Márcia Lia.

A parlamentar esteve com o diretor de investimentos da agência, Pedro Britto, no final de agosto para tratar desta e outras demandas e ele afirmou que a concessionária Via Paulista dará início às obras do dispositivo de nível no Km 277+800, que compreende a entrada do Distrito de Taquaral, em Rincão, no mês de novembro do próximo ano.

Ele ainda confirmou a duplicação da rodovia em toda a sua extensão, de 44,6 quilômetros, entre São Carlos e a Rodovia Antônio Machado Sant’Anna (SP-255) – hoje a rodovia é de pista única, com uma faixa adicional. As melhorias estão previstas pelo contrato de concessão da SP-318 no Lote Rodovia dos Calçados, que entrou em vigor em 2016.

Junto com o dispositivo viário e a duplicação da via, no entanto, virá também a cobrança de pedágio na SP-318; uma praça está em construção desde o mês de junho deste ano, no KM 254, região da Fazenda Álamo, ainda em São Carlos.

“Infelizmente, no Estado de São Paulo, todas as melhorias nas rodovias estão vinculadas à abertura de praças de pedágios, que custam muito ao bolso do trabalhador usuário da via”, fala a parlamentar.

Desde 2015, a deputada Márcia Lia vem debatendo com a Artesp uma alternativa segura para a entrada do Taquaral, inclusive com a presença de vereadores da cidade e técnicos em transporte da liderança do Partido dos Trabalhadores na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo, para evitar mais mortes e feridos nesse acesso. “Nos preocupamos com os moradores do Taquaral, que se arriscam sempre que saem do Distrito ou quando voltam para a casa”, finaliza a deputada.