Zagueiro da base afeana é sondado por clube espanhol

3

As categorias de base da Ferroviária vem colhendo frutos com a revelação de atletas nos últimos anos. O nome da vez é o zagueiro Gustavo Medina, de apenas 18 anos e que estava jogando na equipe sub-20, eliminada recentemente na terceira fase do Campeonato Paulista da categoria. O Real Valladolid, clube espanhol que tem o ex-jogador Ronaldo Fenômeno como proprietário, é um dos interessados no futebol do atleta.

O defensor iniciou a carreira na Escolinha Meninos da Vila, em Cuiabá, Mato Grosso, passou pelo Projeto Pagão, em Santos, e pelo Avaí, até chegar na Ferroviária no fim de 2016.

O interesse de grandes clubes por garotos surgidos na base afeana não é novidade. Antes, dele, o zagueiro Jordan, o meia Rafinha e o atacante Richard foram contratados pelo Corinthians, Maycon pelo Londrina, Felipe Estrella pela Roma da Itália, Miqueias pelo Palmeiras e Murilo Coletti pelo Atlético-MG.

O destaque na revelação de talentos fez a Ferroviária receber da CBF o Certificado de Clube Formador. Para isso, o clube deve atender a uma série de exigências, como comprovar a participação em competições oficiais, apresentar a relação dos técnicos e preparadores físicos, detalhar os programas de treino e proporcionar assistência médica e educacional aos jogadores.