Veto do prefeito à transparência de terceirizadas é derrubado na Câmara

Apenas quatro vereadores da base do prefeito votaram favoravelmente ao veto do prefeito Edinho Silva

80

Os vereadores da Câmara Municipal de Araraquara decidiram, na tarde desta terça-feira (4), rejeitar o Veto Total, dado pelo Prefeito Municipal Edinho Silva (PT), ao Projeto de Lei nº 297/2019, de autoria do vereador Rafael de Angeli (PSDB), que obriga as empresas terceirizadas vencedoras de licitação e que prestam serviços aos órgãos públicos do município de Araraquara, da Administração Direta ou Indireta, Câmara Municipal, Autarquias e Empresas de Economia Mista, a publicar o nome dos sócios e dos empregados da empresa, além de seus cargos e jornada de trabalho, no Portal da Transparência.

Na apresentação do projeto, o vereador justificou que “a partir do momento em que uma empresa privada recebe verba pública, ela deve passar pelos mesmos critérios que a Lei de Acesso à Informação aplica ao setor público”.

Votação histórica

“Estamos diante de uma votação histórica, onde muitos vêem o legislativo como puxadinho da prefeitura. Hoje provamos que votamos pela nossa cidade, é para isso que fomos eleitos, lutar pela transparência”, disse o autor do projeto.

A bancada petista votou favorável ao veto do Prefeito Edinho Silva. O vereador cabo Magal Verri (PP) está afastado por motivos médicos, por isso não votou. Já Zé Luiz o, Zé Macaco (Cidadania), se retirou do plenário no momento da votação.