SP conversa com comércio para reabrir economia em fases a partir de 1º de junho

19

A economia do Estado de São Paulo vai começar a ser reaberta a partir de 1º de junho. A informação foi dada pelo governador João Doria (PSDB) em entrevista à rádio Jovem Pan. Essa reabertura, segundo ele, vai ser feita em fases e será heterogênea em termos geográficos. “Haverá um momento, sim, a partir de 1º de junho em fases escalonadas, cuidadosas, zelosas, e isso feito com o setor privado para a flexibilização”, disse.

Para planejar a reabertura, o governo estadual já mantém contato com os setores do comércio e serviços. Ontem, foram realizadas três reuniões com representantes de entidades como a Associação Comercial de São Paulo e shoppings centers. “No estado, 74% da economia está aberta e 26% segue fechada, basicamente em comércio e serviços. Estamos dialogando com esses setores para construir etapas futuras, faseadas, seguras e de forma heterogênea”.

Doria explicou que a abertura a partir de junho será “heterogênea” porque será feita apenas com a identificação das regiões que sofreram menos com a pandemia do novo coronavírus e, ao mesmo tempo, onde haja capacidade de atendimento médico. O governador explicou que essa análise leva em conta regiões “onde não tenhamos ainda epidemia, casos e óbitos para permitir ações localizadas”.

O governador lembrou que 479 cidades dos 645 municípios paulistas já tiveram casos da Covid-19. “Ou seja, 74% do estado já sofreu. Mas 26% ainda não sofreram e estamos analisando o sistema de saúde público e privado nessas cidades e em torno delas. Estamos vendo se há condição de oferta de UTIs”, explicou.