Republicanos lançará Coronel Adalberto como pré-candidato a prefeito neste sábado (12)

Convenção confirmará ainda Marcelo Lopes como vice e 27 pré-candidatos a vereador

91

A Convenção do Republicanos vai propor uma grande renovação na política araraquarense. E vem forte com chapa pura e completa para as eleições de 15 de novembro. Coronel Adalberto será confirmado pré-candidato a prefeito, com o advogado Marcelo Lopes, presidente do diretório municipal, como vice.Para Lopes, o Coronel Adalberto é o único pré-candidato a prefeito que realmente representa o novo na política de Araraquara. “Temos um pré-candidato capaz, competente, preparado e comprometido com a renovação que a cidade tanto deseja”, avalia. A Convenção do Republicanos será realizada neste sábado (12/9), a partir das 9h, na OKA Eventos, quando serão confirmados também os 27 pré-candidatos a vereador (18 homens e 9 mulheres).

Adalberto José Ferreira filiou-se ao Republicanos em março deste ano,uma semana após se afastar do 13° Batalhão da Polícia Militar, sediado em Araraquara, do qual foi comandante nos últimos três anos.Apesar do pouco tempo na política, ele traz uma vasta experiência administrativa, adquirida em mais de 33 anos na PM. À frente do 13º Batalhão, fez a gestão de cerca de 700 policiais, 200 viaturas, mais de 20 prédios públicos e de todo o orçamento anual da Corporação, mantendo contato com prefeitos, deputados, senadores e demais autoridades de 19 prefeituras da região, além de diversas instituições.

Experiência de vida

Araraquarense da gema, Adalberto José Ferreira foi um dos milhares de alunos que frequentaram as salas de aula do EEBA.Casado, pai de cinco filhos – teve a grata surpresa de ser pai de trigêmeos –, o policial militar da Reserva é multifacetado. Acumula conhecimento em várias profissões, como bombeiro, professor de Educação Física, mergulhador, marceneiro, empresário e gestor público.

Adalberto estudou na Escola de Educação Física da Polícia Militar e na Academia de Polícia Militar do Barro Branco. Ingressou no curso de formação de soldados no ano de 1986, no 13º BPM-I. Em 1992, tornou-se aspirante a oficial e,no ano seguinte, 2º tenente. Passou por todas as patentes da carreira militar até chegar a tenente-coronel em 2017.

Em 13 de julho de 2017 assumiu oficialmente o comando do 13º Batalhão da Polícia Militar. Em março deste ano, com a patente de coronel, desligou-se da Corporação e filou-se ao Republicanos.

Em quase três anos no comando do 13º BPM-I, trabalhou pela valorização do policial militar e pela aproximação da PM com a comunidade. Com mais de três décadas servindo a população, ele acredita que ainda há muito a fazer pela comunidade. “Quero utilizar tudo que aprendi nesses anos na Polícia Militar para continuar contribuindo coma sociedade, sempre com o objetivo maior de cuidar das pessoas para uma sociedade mais justa”, enfatiza.

Foto: O Imparcial