Representantes do cadastro habitacional tomam posse no Conselho de Habitação

8

Dez representantes do Cadastro Habitacional do Município tomaram posse no Conselho Municipal da Habitação de Interesse Social, na segunda-feira (28), em solenidade na Prefeitura.

Agora, o conselho passa a ter 36 integrantes. A alteração no grupo foi feita após ser verificada a necessidade de participação dos maiores interessados na formulação das políticas públicas de Habitação: quem está no cadastro e aguarda por uma moradia.

“Nossa gestão tem esse compromisso de valorizar a participação popular e ouvir as pessoas. É essencial a presença da população nesse conselho para superar as dificuldades e nos ajudar a formular as políticas públicas de Habitação. Desejo um ótimo trabalho a todos os novos conselheiros”, afirmou o prefeito Edinho.

A coordenadora de Habitação, Mara Gomes, reforçou a necessidade de elaboração de um novo Plano Municipal de Habitação. “Vocês são muito bem-vindos. Teremos muito trabalho neste ano. Até outubro, após as audiências públicas, queremos entregar o novo plano”, disse.

Em sua fala na solenidade, a secretária de Planejamento e Participação Popular, Maria José Scárdua, colocou-se à disposição dos novos conselheiros para auxiliar no trabalho. “No que pudermos contribuir, iremos contribuir. Esse diálogo com a sociedade é essencial. Um ótimo trabalho e muita energia para vocês”, declarou.

Ainda estiveram na posse Walter Siqueira, representando a gerência regional do CDHU (Companha de Desenvolvimento Habitacional e Urbano do Estado de São Paulo), entre outros integrantes do setor de Habitação da Prefeitura.

Eleição


O Conselho Municipal da Habitação é vinculado à Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano e é um órgão fiscalizador e deliberativo, de participação direta da comunidade, do poder público e de entidades ligadas ao tema.

Os dez novos integrantes foram eleitos em dezembro, por meio de urnas espalhadas pelas regiões da cidade, e irão representar a demanda habitacional (são 6 mil famílias no cadastro) e participar ativamente do Plano Municipal de Habitação de Interesse Social.

Ao todo, 70 candidatos concorreram ao pleito e foram escolhidos pelos inscritos no Cadastro Habitacional de Araraquara.