Polícia Rodoviária tem novo comandante

Tenente coronel PM Kátia Christófalo deixa o 3º BPRv com saldo positivo de 600% de aumento nas apreensões de drogas

243

José Augusto Chrispim

O 3º Batalhão de Polícia Militar Rodoviária (3º BPRv), sediado em Araraquara, tem novo comandante interino. O major PM Frederico Ribeiro de Abreu assumiu o Batalhão no último dia 14 de agosto em virtude do afastamento da tenente coronel PM Kátia Regina Firmino Christófalo, que deve seguir para a inatividade em breve. Ela foi a primeira mulher a comandar um Batalhão de Polícia Militar Rodoviária no estado de São Paulo.

O novo comandante ingressou na Polícia Militar no ano de 1994. Nos quase 27 anos de carreira, o major passou pelo 20º BPM/M (Barueri), 13º BPM/I (Araraquara), 3º BPM/I e 51º BPM/I (Ribeirão Preto) até chegar ao 3º BPRv no ano de 2012. No último dia 14 de agosto ele assumiu o comando interino do 3º Batalhão de Polícia Rodoviária, posto que deve manter até a chegada de outro tenente coronel.

Área extensa

O comandante do 3º BPRv tem a missão de administrar o patrulhamento de aproximadamente 6.500 km de rodovias que interligam 200 municípios do estado de São Paulo, abrangendo as regiões de Piracicaba, Rio Claro, Ribeirão Preto, Franca, Araraquara, São Carlos, Barretos, São José do Rio Preto, Fernandópolis e Jales. São mais de 600 policiais divididos em 27 bases operacionais.

Queda nos índices criminais 

O major relata que os principais crimes observados na malha viária do 3º BPRv são os roubos da carga, roubos em geral, tráfico de drogas, além do crime de contrabando/descaminho. Ele salienta que no primeiro semestre de 2020, quando comparado ao mesmo período de 2019, houve redução nos principais índices criminais. Foi verificada redução de 29% nos roubos de cargas e 43% nos roubos em geral. Além disso, 219 pessoas presas foram presas em flagrante delito, o que mostrou estabilidade em relação à quantidade de presos no mesmo período de 2019.

Aumento nas apreensões 

No primeiro semestre de 2020 houve um grande aumento nas apreensões de drogas e outros produtos ilícitos na área do 3º BPRv. Visando coibir o tráfico de drogas e o contrabando/descaminho, registraram-se os dados abaixo:

-Total de 1.770.000 (um milhão, setecentos e setenta mil) maços de cigarros apreendidos de janeiro a agosto de 2020, correspondendo a um aumento de 24% quando comparado ao mesmo período de 2019;

-Apreensão de 31.954 kg (ou seja, mais de 31 toneladas) de crack, cocaína, maconha e outras substâncias entorpecentes, registrando aumento de mais de 600% quando comparado ao mesmo período de 2019; além de 125 unidades de drogas sintéticas apreendidas.

Pandemia trouxe redução nos acidentes de trânsito

De acordo com o major, durante a pandemia observou-se redução no fluxo viário de veículos leves, porém houve certa estabilidade no fluxo viário de veículos de transporte de cargas. Mesmo assim, foi registrada redução de 21% no total de acidentes; sendo 15% menos no total de acidentes com vítimas; 11% no total de vítimas graves e redução de 16% no total de vítimas fatais.

Missão de salvar vidas

Questionado sobre quais são as principais atividades do patrulheiro rodoviário, o comandante respondeu que: “o patrulheiro rodoviário dedica-se diuturnamente na fiscalização de trânsito rodoviário e prevenção criminal nas rodovias paulistas, sempre com o objetivo de preservar vidas e garantir a segurança pública. Quanto à preservação de vidas, as principais ações de fiscalização desenvolvidas visam inibir o excesso de velocidade, a condução de veículo automotor sob influência de álcool ou outra substância psicoativa, a falta do uso do cinto de segurança e outros dispositivos de retenção, a ultrapassagem em local proibido, o uso de telefone celular durante a condução de veículo automotor e a condução de motocicleta em desacordo com a legislação de trânsito”.

Mais segurança 

A base da Polícia Rodoviária localizada às margens da Rodovia Washington Luís (SP-310), em Araraquara, passou recentemente por uma reforma e readequação completa. Para o comandante, a nova planta arquitetônica e a blindagem da base da Polícia Rodoviária em Araraquara trouxeram, não só mais segurança aos patrulheiros, como mais conforto ao cidadão e melhor qualidade no atendimento prestado pelo Policiamento Rodoviário à população.

Imprudência no trânsito

O comandante pede para que os condutores de veículos automotores sejam mais prudentes no trânsito para que as perdas de vidas sejam evitadas. “No Brasil, a quantidade de vítimas fatais e graves decorrentes de acidentes de trânsito é alarmante, sendo que a maioria desses acidentes poderia ter sido evitada, não fosse a imprudência do ser humano na condução de veículos automotores. Dessa forma, o Policiamento Rodoviário paulista concita a todo cidadão que siga rigorosamente as regras de trânsito estabelecidas para a garantia da segurança viária e preservação de vidas, abolindo especialmente o excesso de velocidade, o uso de telefone celular enquanto estiver conduzindo veículos, bem como a condução de veículos automotores sob influência de álcool, pois tais abusos são responsáveis por uma parcela considerável do total de acidentes de trânsito registrados no país”, finalizou o PM.