Pandemia aniquilou 7,8 milhões de postos de trabalho no Brasil

Segundo o IBGE, pela primeira vez, menos da metade das pessoas em idade para trabalhar está empregada

25

Segundo o IBGE, a pandemia da Covid-19 destruiu 7,8 milhões de postos de trabalho no Brasil até o mês de maio. Isso fez com que a população ocupada tivesse caído 8,3% na comparação com o trimestre encerrado em fevereiro, indo para 85,9 milhões de pessoas.

Pela primeira vez na história da Pnad Contínua, menos da metade das pessoas em idade para trabalhar está empregada. Isso nunca havia ocorrido antes na pesquisa, que teve início em 2012.

Dentre os postos de trabalho perdidos, 5,8 milhões são de empregos informais, que somam os profissionais sem carteira assinada e por conta própria. A taxa de informalidade caiu de 40,6% para 37,6%, a menor da série que começou a ser contabilizada em 2016.