Padre Fernando fala em mudança com respeito aos valores, à família e austeridade na administração

Com uma proposta de austeridade com o erário, o candidato a prefeito prega o resgate de Araraquara, “pois a população clama por mudanças”, diz

43

O candidato a prefeito pelo Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), Fernando Fraga, vê sua campanha ganhando mais corpo a cada dia. O apoio da população se mostra nas ruas por onde tem feitos carreatas e caminhadas ao longo dessa campanha eleitoral.

Ele afirma “o amor que tenho pela cidade que me acolheu de braços abertos há 34 anos, me fez aceitar o desafio de ser o novo prefeito de Araraquara. Aqui me casei com uma araraquarense, que me deu uma filha, hoje com 22 anos, formando-se em direito na Uniara esse ano. Ela é minha riqueza, minha vida! Infelizmente, fiquei viúvo por uma fatalidade causada por um problema renal”.

Fernando Fraga se sente um araraquarense de coração e de direito, pois em 2001 recebeu da Câmara Municipal o titulo de Cidadão Araraquarense, fato que muito se orgulha.

Com uma proposta de austeridade com o erário, prega o resgate de Araraquara, pois a população clama por mudanças. Mudanças de foco, pois o objetivo é melhorar as condições de vida do povo, fazendo valer seus direitos. Para ele, todos que estão se apresentando são pessoas boas, mas não representam mudança alguma. Em sua maioria, representam o continuísmo. Já tiveram suas oportunidades. “Sou candidato a prefeito porque quero resgatar a posição que Araraquara já teve no cenário nacional. A mudança será geral: no jeito de administrar, no respeito ao dinheiro público, no diálogo com os servidores e com o povo, o funcionalismo tem que ser parceiro do governo municipal e não inimigo,  e essa parceria  será conquistada com respeito e valorização”, diz.

Declara que dá para mudar muito, e vai fazer isso, com os pés no chão e com Deus guiando seus passos para acertar o máximo em decisões que tragam benéfico para a cidade de Araraquara e para seu povo. “Todos estão sedentos por mudanças, e isso só será possível comigo e com o Dr. Herivelto na Prefeitura de Araraquara”, garante.

Destaca como suas principais bandeiras: o primeiro e mais importante objetivo é cuidar do povo em suas necessidades básicas, dar muita atenção para a família, que é onde tudo começa.

Padre Fernando acredita que a área de Saúde precisa de uma atenção especial, uma vez que o setor necessita de mais funcionários, enfermeiros e, principalmente, médicos. Além de abastecer as farmácias com os medicamentos que a população busca e hoje não encontra.

A volta da Secretaria do Meio Ambiente conjugada com a Secretaria da Segurança e da Defesa Civil.

Com sua experiência, ajudando a população mais carente, vai cuidar da cidade, em especial da periferia, onde não tem asfalto ou tem, mas está em péssimas condições. Vou buscar verba junto aos governos do Estado e Federal. “O povo dessas regiões clama por ajuda e no meu governo ele vai ter voz e espaço para uma vida digna”, afirma.

Outro compromisso de Fernando Fraga é com a Educação. “Precisamos melhorar ainda mais a educação no âmbito municipal, oferecendo refeição de qualidade cada vez melhor, ensino de excelência e, junto com os pais, debater o que eles acreditam que precisamos melhorar nas creches e escolas municipais para melhora o desempenho nos indicadores nacionais”, diz. Vamos melhorar a infraestrutura das escolas públicas municipais de forma a diminuir a diferença das escolas particulares. O salário dos professores é cerca de 25 por cento menor e 10 por cento das melhores notas do Enem são 18 por cento das escolas públicas e 82 por cento das particulares e isso não pode continuar.

Ele destaca a importância das entidades assistenciais da cidade que precisam de mais apoio, pois o trabalho de cada uma tem importância crucial, uma vez que sem essas entidades seria impossível dar assistência de qualidade aos mais carentes.

Finalizando, vai buscar uma revisão em toda carga tributária municipal, inclusive do IPTU e o altíssimo preço da água. “Não estou dizendo que será fácil, mas impossível não é. Repito: com Deus no comando, conseguimos transpor todos os obstáculos”, encerrou.