Motorista que causou acidente que vitimou jovem é ouvido pela polícia

122

Da redação

A Polícia Civil ouviu, na manhã dessa segunda-feira (29), o idoso, de 66 anos, suspeito de ter atropelado a jovem Larissa Vitória Lopes Camargo, de 18 anos, na noite desse domingo (28). Larissa morreu depois de ser arrastada pelo carro do acusado por cerca de 200 metros.

A polícia chegou até o idoso através de declarações de testemunhas. O carro dele, um Fiat/Uno, de cor vermelha, foi localizado em sua casa, localizada no Jardim das Hortênsias. O veículo estava com avarias no para-choque dianteiro.

O suspeito foi encaminhado para a Delegacia de Polícia, onde prestou depoimento e foi liberado, pois não foi detido em flagrante. Ele alegou pensar que havia atropelado um animal, por isso não parou para prestar socorro. O carro envolvido no acidente fatal foi apreendido pela polícia.

O acidente
Segundo o apurado, o motorista do carro estaria acompanhado de sua mulher no momento do acidente que tirou a vida da jovem Larissa. O namorado dela, um rapaz, de 21 anos, relatou que seguia com a namorada pelo acostamento e, em dado momento, Larissa teria dito que ia deitar na pista na tentativa de se matar. Em seguida, os dois teriam sido colhidos pelo Uno, quando ele tentava puxá-la para fora da via.

O condutor do carro fugiu e não prestou socorro ao casal. Larissa morreu no local, já o namorado dela foi socorrido com vários ferimentos pelo corpo, pela equipe de resgate do Corpo de Bombeiros e levado para UPA Central, de onde posteriormente foi encaminhado para o Hospital São Francisco.

Sepultamento
O sepultamento de Larrisa Vitória Lopes Camargo foi realizado nessa segunda-feira (29), às 16h30, no Cemitério São Bento.