Guarani e Ferroviária ficam no empate em Campinas

1

Carlos André de Souza

A Ferroviária apresentou um futebol envolvente, porém não conseguiu sair com a vitória de Campinas. Em jogo realizado no Estádio Brinco de Ouro da Princesa, a Locomotiva ficou no 1 a 1 com o Guarani pela 9ª rodada do Paulistão 2019, e perdeu a chance de assumir a liderança de seu grupo no estadual.
A Ferroviária fica na segunda colocação do Grupo C com 13 pontos, mesma pontuação do Corinthians, que tem uma vitória a mais (4 a 3) e ainda joga. O terceiro colocado é o Bragantino, com dez pontos e que também só disputou oito partidas. Mirassol, com oito, é o quarto. Já o time de Campinas, com 14 pontos, ocupa a segunda colocação do Grupo B, atrás do líder Palmeiras, que tem quatro pontos a mais. No entanto, o Novorizontino, com 13 pontos, ainda joga na rodada e pode tomar a vaga. O lanterna São Bento, com três pontos, completa a chave.
A Ferroviária até começou melhor e chegou a assustar a defesa do Guarani, exigindo boas defesas do goleiro Giovanni, mas foi o time da casa que saiu na frente aproveitando contra-ataque.
Aos 18 minutos, Diego Cardoso começou a jogada arrancando em velocidade. Fernandes arriscou e o goleiro Tadeu espalmou a bola para o meio da área, onde o próprio Diego Cardoso pegou a sobra completando para o fundo do gol.
A resposta da Ferroviária veio ainda no primeiro tempo. Aos 39 minutos, Rodrigão aproveitou cruzamento e ajeitou de cabeça para Felipe Ferreira finalizar para o gol e empatar a partida.
Após o intervalo, a Ferroviária seguiu pressionando e quase virou o placar aos dez minutos, quando Felipe Ferreira bateu na trave. O goleiro Giovanni ainda tocou na bola evitando o segundo gol do meia.
Melhor no jogo, o time araraquarense ainda acertou a trave mais uma vez, com o zagueiro Rodrigão completando de cabeça o cruzamento em cobrança de escanteio.
Com boa atuação do goleiro Giovanni e se fechando até o fim, o Guarani segurou o empate e ainda passou perto de marcar o gol da vitória nos acréscimos. Anselmo Ramon ajeitou de cabeça e Ferreira exigiu linda defesa de Tadeu, mas a jogada já estava parada por impedimento.
A Ferroviária voltará a campo no no dia 9 de março, sábado, às 21 horas no Estádio do Morumbi, onde enfrentará o São Paulo. Após os dois jogos seguidos fora de casa, a Locomotiva ainda enfrentará o São Caetano em Araraquara no dia 15 de março e concluirá a primeira fase no dia 20 contra o Grêmio Novorizontino fora de casa.

FICHA TÉCNICA
GUARANI 1 x 1 FERROVIÁRIA
Local: Estádio Brinco de Ouro da Princesa, Campinas;
Data/Horário: Sexta-feira, 1º de março, 21h;
Arbitragem: Marcio Henrique de Góis, auxiliado por Risser Iarussi Corrêa e Fabrini Bevilaqua Costa;
Público: 2.417 pagantes;
Renda: R$ 35.112,00;
Cartões amarelos: Carlinhos (Guarani); Diogo Mateus e Diego Gonçalves (Ferroviária);
Gols: Diego Cardoso (18’ do 1T) para o Guarani; Felipe Ferreira (39’ do 1T) para a Ferroviária;

GUARANI – Giovanni; Fabrício Costa, Ferreira, Victor Ramos e William Matheus; Deivid, Carlinhos (Rondinelly) e Fernandes; Thiago Ribeiro; Álvaro (Anselmo Ramon) e Diego Cardoso (Mateusinho). Técnico: Osmar Loss;
FERROVIÁRIA – Tadeu; Diogo Matheus, Rayan, Rodrigão e Arthur; Anderson Uchoa, Tony, Léo Artur e Felipe Ferreira (Maurinho); Diego Gonçalves (Jorge Eduardo) e Lúcio Flávio (Thiago Santos). Técnico: Vinícius Munhoz.