Ferroviária é vice-campeã da Libertadores Feminina

61

Texto: Carlos André de Souza
Foto: Tiago Pavini/AFE

 

A Ferroviária foi derrotada pelo Corinthians por 2 a 0 em jogo realizado na noite desta segunda-feira (28) no Estádio Olímpico de Atahualpa, em Quito, Equador, em jogo que decidiu a Copa Libertadores da América de Futebol Feminino 2019.

O primeiro tempo foi equilibrado, porém com as melhores oportunidades criadas pelo Corinthians, que mais uma vez parou em uma atuação brilhante da goleira afeana Luciana. Assim, ambos os gols foram marcados no segundo tempo: Giovanna Crivelari, que entrou tinha acabado de entrar, fez o primeiro gol aos 28 minutos, após aproveitar belo passe de Tamires, que arrancou em contra-ataque e deixou duas marcadoras para trás. Juliete deu números finais aos 44, com um chute cruzado, sem chances de defesa para Luciana. As Guerreiras Grenás tentaram a reação, sem sucesso.

A equipe araraquarense, que foi campeã em 2015, volta para Araraquara com uma campanha de quatro vitórias e duas derrotas, com 20 gols feitos e 9 sofridos, e agora volta suas atenções para os Jogos Abertos do Interior.

 

FICHA TÉCNICA

FERROVIÁRIA 0 x 2 CORINTHIANS
Local: Estádio Olímpico de Atahualpa, em Quito, Equador;
Data/Horário: Segunda-feira, 28 de outubro, 21h30 (horário de Brasília);
Arbitragem: Virginia Calderas Barrera, auxiliada por Esperanza Garcia e Migdalia Rodriguez (todas da Venezuela);
Cartões amarelos: Barrinha e Carol Tavares (Ferroviária); Katiuscia (Corinthians);
Gols: Giovanna Crivelari (28’ do 2T) e Juliete (44′ do 2T) para o Corinthians;

FERROVIÁRIA – Luciana, Monalisa (Gabi Arcanjo), Andréia Rosa, Géssica e Barrinha; Maglia, Rafa Andrade e Rafa Mineira (Carol Tavares); Aline Milene, Adriane Nenê (Rosana) e Nathane. Técnica: Tatiele Silveira;

CORINTHIANS – Letícia, Katiuscia, Erika, Pardal e Juliete; Grazi, Gabi Zanotti e Paulinha (Giovanna Crivelari); Tamires (Cacau), Victoria Albuquerque e Millene. Técnico: Arthur Elias.