Escola Municipal de Dança marca presença no Congresso de Democracia Participativa

1

A Escola Municipal de Dança Iracema Nogueira foi um dos destaques da abertura do 1º Congresso Internacional de Democracia Participativa, na noite dessa quinta-feira (14), no CEAR, com apresentação de Dança. Na sexta (15), os alunos retornaram ao palco do Centro de Eventos para mais uma participação, agora na linguagem Coral.

Na abertura, aproximadamente 25 bailarinos do Núcleo de Dança Contemporânea da EMD Iracema Nogueira – composto por alunos já formados pela escola – apresentaram a coreografia “Ofertório da Missa dos Quilombos”, com música de Milton Nascimento.

Com direção e coreografia de Carlos Fonseca, “Ofertório” foi remontado de um espetáculo apresentado pela EMD em 2014, “Sawabona-shikoba: das Africanidades às Latinidades” e trata sobre o sincretismo religioso. “A coreografia fala de como esse sincretismo está presente na Cultura Brasileira e, como estamos num Seminário de Democracia Participativa, o quanto é importante resgatar as nossas origens e trabalhar essas questões do sincretismo”, conta a professora Rafaela Pucca.

Na sexta-feira, um grupo de alunas da EMD apresentou a performance musical “O Meu lugar de fala”. A apresentação foi realizada entre as apresentações das rodas de conversa, no período da tarde, com parte do espetáculo produzido o ano passado, “Entre esquecidos e invisíveis, nossos heróis”.

Com música de Elza Soares, “O que se cala”, tem orientação do professor Renato Cabrini, movimentação cênica da professora Georgia Palomino e direção de Carlos Fonseca. A performance apresenta o coral de alunos fazendo uma homenagem à vereadora Marielle e também à todas as formas de manifestação popular. “Dar a voz, estar presente, o ser, o protagonizar – tudo isso que é o foco da nossa Escola de Dança – é representado nessa apresentação que conta com aproximadamente 28 alunos”, aponta Rafaela.

A programação cultural e artística do Congresso Internacional de Democracia Participativa ainda apresentou na sexta: DJ Micheletti (Coletivo Tocaya, das 16 às 18h), Palco Aberto (18h) e as apresentações – “Passageiro do Mundo” (teatro), com o ator Rhian dos Santos; apresentação musical com Binho Noise e DJ Alf Dee; e show “No Blues até os Ossos”, com Márcio Rocha.

No sábado (dia 16) o som do DJ Micheletti vai das 16 às 19 horas – neste horário teve início o espetáculo “Muda”, com o Slam das Minas SP, seguido pelo samba de Iuna Tuane e Carrapicho Rangel no show “Bossa Brasil a Dois – a voz e o bandolim”.

Toda programação é gratuita e pode ser conferida no site da Prefeitura de Araraquara. O CEAR – Centro Internacional de Convenção está localizado à Rua Ivo Antônio Magnani, 430, na Fonte Luminosa.