Edinho volta a esclarecer questão sobre respiradores

Em entrevista concedida ao vivo nesta terça-feira (3) ao Jornal da Clube, o prefeito respondeu sobre falsas acusações de adversários políticos

62
Em entrevista concedida na tarde desta terça-feira (3) ao Jornal da Clube, o prefeito Edinho Silva voltou a esclarecer sobre a questão dos respiradores. “A Prefeitura não comprou os respiradores e eu canso de dizer isso. Nós tentamos comprar, fizemos contrato com uma empresa e essa empresa não entregou. E o valor era o valor de mercado na época, por volta de R$ 170 mil, que era a cotação do mercado. O estado de São Paulo, por exemplo, pagou R$ 190 mil e fez correto porque naquele momento o mais importante era salvar vidas. Portanto, a Prefeitura agiu para que pudéssemos salvar vidas”, explicou o prefeito.
Ainda segundo Edinho, o valor pago como sinal exigido pela empresa voltará em breve para o Município. “A empresa não entregou e nós já obtivemos 50% na Justiça do sinal que a Prefeitura deu. Faltam mais R$ 500 mil que nós estamos obtendo na Justiça. Mas a Prefeitura agiu com muita lisura, com o intuito de salvar vidas e salvamos. Somos a menor letalidade do estado de São Paulo”, completou Edinho.
Falsa acusação é recorrente
Vale lembrar que, no dia 20 de outubro, Edinho ganhou um direito de resposta por uma fakenews dita pelo candidato Antonio Clóvis Pinto Ferraz, o Coca (PSL), em seu programa eleitoral na TV, onde divulgou uma informação caluniosa em que acusava o atual prefeito de Araraquara de superfaturamento nos serviços de sinalização horizontal e vertical de trânsito. No dia seguinte, o Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo concedeu direito de resposta a Edinho, que divulgou uma resposta no horário de Coca.
Denuncie as fakenews
Nessas eleições municipais, o Tribunal Superior Eleitoral, em parceria com o Whatsapp, disponibilizou um canal para que o eleitor possa fazer sua denúncia quando receber notícias falsas relativas à corrida eleitoral. O canal pode ser acessado pelo link: bit.ly/denuncia-TSE-Whatsapp. Denuncie!