Dória anuncia retomada gradual da economia no estado. Comércio de Araraquara poderá reabrir

A medida, chamada de "retomada gradual e segura"

22

Em coletiva realizada na tarde desta quarta-feira, 27, o governador João Dória anunciou a renovação por  mais 15 dias da Quarentena no estado, mas já adotando, o que ele chamou de retomada consciente da economia em São Paulo. A medida, chamada de “retomada gradual e segura”, parte do princípio da colaboração de todos e será duramente monitorada pelo estado. Dória avisou que se for necessário o estado dará um passo atrás e tomará medidas restritivas. A Saúde foi várias vezes citada pelo governador durante a coletiva.

De acordo com o plano São Paulo, o estado foi dividido em 5 fases, Vermelha (Fase 1), Laranja (Fase 2), Amarela (Fase 3), Verde (Fase 4) e Azul (Fase 5). O setor econômico do governo estadual destacou que as áreas da Educação e transporte ainda estão em estudo.

Baseado nos cinco critérios acima, o plano permite adotar a flexibilização por fases e etapas, levará em consideração uma análise diária de capacidade hospitalar e avanço da epidemia. A coletiva também falou sobre os baixos níveis de testagem no Brasil, o que complica bastante qualquer medida oficial de flexibilização.

Baseada nessas informações a área da saúde do governo analisou região por região, avaliando os setores com potencial de geração de empregos e produção, serviços de beleza, academia, bares e restaurantes, educação e comércio, dentre outros.

O plano prevê ainda que cada 7 dias haverá uma classificação, e a cada 15 dias a região poderá se mover parta fases mais flexíveis. No caso de regressão para fases mais restritivas, a movimentação pode acontecer a cada 7 dias, dependendo dos resultados da área da Saúde apurados.

Em sua explanação, a secretária de Desenvolvimento Econômico do Estado, Patrícia Ellen, afirmou que a ideia é que o Plano são Paulo seja adotado com bastante seriedade e ter apoio da população para evitar a regressão de fases por parte das cidades e regiões.

Araraquara

Araraquara foi classificado como um município na Fase 3. Sendo assim, a partir do próximo dia 1º de junho,  poderá flexibilizar as restrições e retomar as atividades de alguns setores. Caberá ao Poder Executivo Municipal o detalhamento de quais atividades poderão ser retomadas e de que forma isso ocorrerá. A Comitê de Contingência local já afirmou que permitirá a flexibilização na cidade.

A Fase 3 autoriza o funcionamento de atividades imobiliárias, concessionárias, escritórios, indústria não essencial e construção civil. Pode funcionar com restrições bares, restaurantes e similares, comércio, shopping center e salões de beleza. A atual fase não permite o funcionamento de espaços públicos, academias, teatros, cinemas e eventos que geram aglomerações.

O Plano São Paulo estabelece que continua sendo obrigatório o uso de máscaras, assim como o distanciamento em todos os setores públicos e privados dentro dos espaços.

 

Conheça as fases e o enquadramento das regiões 

Fase 1 – liberação apenas de serviços essenciais, como está agora Regiões: Baixada Santista, Registro (Vale do Ribeira) e Grande São Paulo. Abertos somente os serviços essenciais.

Fase 2 – momento de atenção da pandemia com liberações eventuais Regiões: cidade de São Paulo, São José do Rio Preto, Araçatuba, Taubaté, Campinas, Marília, Sorocaba, Piracicaba, São João da Boa Vista, Ribeirão Preto e Franca. Aberto com restrições: atividades imobiliárias, concessionárias de veículos, escritórios, comércio e shoppings.

Fase 3 – momento controlado da pandemia com maior liberação de atividades Regiões: Barretos, Presidente Prudente, Bauru e Araraquara/São Carlos. Aberto com restrições: bares e restaurantes, comércio, shopping e salões de beleza. Aberto sem restrições: atividades imobiliárias, concessionárias de veículos e escritórios.

Fase 4 – momento decrescente da pandemia com menores restrições Regiões: nenhuma. Aberto com restrições: bares e restaurantes, comércio, shopping, salões de beleza e academias. Aberto sem restrições: atividades imobiliárias, concessionárias de veículos e escritórios.

Fase 5 – momento de controle da pandemia e liberação de todas as atividades com protocolos

Regiões: nenhuma.

 

Regras para shoppings 

Durante a fase de montagem do protocolo de reabertura de parte das atividades, o comitê econômico e o comitê de saúde reuniram-se com representantes de shoppings, e determinou que haverá regras para diminuir a circulação de clientes:

1 – Haverá limitação no acesso de pessoas ao interior dos shoppings e no acesso às lojas

2 – Todos deverão usar máscaras e será preciso oferecer álcool gel para funcionários e clientes

3 – Ninguém poderá deixar de usar máscaras

4 – Sistema de distanciamento também nos estacionamentos, que terão capacidade diminuída

5 – Número de carros será limitado e vagas fechadas