Câmara aprova requerimento contra retirada de verba de universidades e da Fapesp

Cientistas que trabalham no estado afirmam que o PL 529/2020 deve trazer prejuízos para o desempenho da rede estadual de pesquisa e ensino

35

A Câmara de Araraquara aprovou, nessa terça-feira (18), Requerimento (nº 826/2020), de autoria do vereador Jéferson Yashuda, uma Moção de Apelo aos deputados estaduais para que seja bloqueada a aprovação do Projeto de Lei Nº 529, que em seu artigo 14 prevê a retirada de recursos das universidades estaduais e da FAPESP (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo). Cientistas que trabalham no estado afirmam que o PL 529/2020 deve trazer prejuízos para o desempenho da rede estadual de pesquisa e ensino. “Se aprovado, haverá como consequência a retirada, ainda em 2020, de mais de um bilhão de reais das universidades estaduais paulistas (USP, UNESP e UNICAMP) e da FAPESP, e irá paralisar as atividades científicas do estado de São Paulo. Os fundos da FAPESP não constituem superávit, mas sim reservas financeiras para projetos de pesquisa científica em andamento que, pela sua natureza, são de longa duração, ultrapassando o ano de exercício”, defende Yashuda.

O vereador destaca que “cientistas paulistas dentro de universidades públicas e com apoio da FAPESP têm atuado de maneira enfática para lidar com os desafios dos tempos atuais, incluindo a primeira identificação e sequenciamento do novo coronavírus no País, desenvolvimento e produção de respiradores de baixo custo, produtos de proteção, de testes diagnósticos e de novas medidas terapêuticas, dentre muitos outros progressos”.