Cachorro sente frio?

256

Algumas pessoas costumam se perguntar se os seus pets sentem frio, dor e calor, assim como nós humanos. Pois ter consciência disso é muito importante para cuidar da saúde do seu amiguinho de 4 patas! Quer saber se cachorro sente frio?

Sim! Cachorros sentem frio, calor e dor.

Assim como todos os mamíferos de sangue quente, os cães sentem as temperaturas assim como nós, de forma semelhante em vários aspectos.

Porém, os cachorros possuem alguns “recursos” em seu corpo e organismo que os tornam mais preparados para encarar as temperaturas baixas, diferente dos humanos.

Os cachorros maiores costumam possuir uma camada de gordura junto à pele que o fazem mais tolerantes ao frio, assim como os cães de pelagem longa e densa, como o Husky, Golden e São Bernardo.

Então com a chegada do frio, é extremamente importante você preparar o ambiente também para seu amigo de 4 patas.

Como proteger o cachorro do frio?

Prepare o local que o seu cachorro mais fica em casa e onde ele dorme para que ele não sinta frio, seguindo estas dicas:

· Ofereça um tapete ou caminha quentinha para que ele possa deitar e se aconchegar;

· Disponibilize um espaço coberto e fechado, para que ele não fique ao relento, principalmente à noite;

· Coloque a casinha do seu cachorro em um local também coberto e fechado, ou ao menos com a área da porta da casinha protegida do frio e relento;

· Ofereça panos e se possível, cobertas para seu cachorro montar o “ninho” da forma que for mais confortável e aquecido para ele se aconchegar;

· Se o seu cão não tiver pelagem longa, vista-o com uma roupinha;

· Não deixe que seu cão tome chuva; Caso tome chuva ou após o banho, seque-o muito bem com secador ou ao sol; Evite banhos em dias muito frios.

É muito importante cuidar bem de seu cachorro nestes dias de temperaturas baixas, pois ele pode até ficar doente com resfriados e até pneumonia!

Como saber se meu cachorro não está passando frio?

Se você já tomou as medidas necessárias para seu cão não passar frio mas percebe que ele ainda não está à vontade com a baixa temperatura, há duas formas de checar se ele está bem, como se fossem “termômetros”.

Segure as orelhas do seu cachorro, se estiverem frias, ele está com frio! Outra forma é checar a ponta do focinho… naturalmente, o focinho deve estar úmido e levemente frio. Se estiver gelado, ele está com frio!

Proteja seu cachorro com mais atenção e carinho também neste frio! Se você gosta de dormir abraçadinho com ele, aproveite os dias frios e tenha uma ótima companhia quentinha!

A cor do xixi do cachorro pode indicar problemas de saúde; saiba identificar

Laranja, vermelho e marrom são cores que não devem estar na urina do seu pet. Estas cores podem indicar problemas de saúde, e por isso é sempre bom ficar atento a essas mudanças no xixi do seu animal de estimação. Além desse aspecto visual, a quantidade e cheiro também são características importantes para saber se está tudo bem.

O normal da urina de um cachorro saudável são os tons de amarelo, principalmente a tonalidade clara. A Médica Veterinária Ana Carolina Ibelli explica o que cada variação de cor pode significar para a saúde do pet:

· Urina cor de rosa ou vermelha: pode indicar desde uma pequena infecção do trato urinário até tumores. Traumas, doenças hemorrágicas ou de coagulação podem ser identificadas por essa cor na urina do cão.

· Urina laranja: essa cor em geral indica doenças do fígado, icterícia, problemas da vesícula biliar, hemácias danificadas ou desidratação extrema.

· Urina marrom: neste caso, vá imediatamente ao veterinário. Esta cor pode indicar sangramentos, reação à exposição a toxinas ou danos musculares por lesão ou outro tipo de trauma.

Além disso, a frequência com que o cão faz xixi e o cheiro da urina também são muito importantes. Não fazer ou fazer demais querem dizer que algo está errado.

· Muito xixi: em dias quentes, após fazer exercício físico, beber muita água é normal. Mas se o pet está bebendo muito mais água do que ele normalmente bebe, e consequentemente fazendo mais xixi, isso pode significar diabetes, doenças renais, leptospirose e doença de Cushing.

· Pouco xixi: pequenos jatos ou pingos indicam que provavelmente o pet não está ingerindo água o suficiente, podem também significar que ele esteja com algum bloqueio no canal da urina, cálculo renal e até câncer. Nesse caso, assim como na urina marrom, é ideal levar imediatamente o animal ao veterinário.

· Xixi com cheiro forte: a urina tem cheiro característico, porém se o odor for muito forte, quase insuportável, pode indicar infecção na bexiga e nos rins.

Em todos os casos de alteração o mais importante é levar seu animal de estimação ao médico veterinário o mais rápido possível para evitar consequências graves para o pet, já que alguns casos podem levar ao óbito.