Boi acredita que ainda pode ser muito útil aos araraquarenses como vereador

Pré-candidato do MDB, mesmo sem mandato nos últimos 4 anos, articulou verba de R$ 4,5 milhões para a Santa Casa

132

José Augusto Chrispim

O jornal O Imparcial entrevistou nesta semana o ex-vereador Aluísio Braz, o Boi. Dando continuidade à série de entrevistas com os pré-candidatos a vereador de Araraquara, a reportagem mostra quais são os projetos do Emedebista e quais as bandeiras defendidas por ele. Boi, que é presidente do Diretório local do MDB, exerceu dois mandatos como vereador e foi presidente da Câmara Municipal de Araraquara. Ele concorreu ao cargo de prefeito nas eleições de 2016 e recebeu 12.417 votos.

Veja a entrevista na íntegra:

O Imparcial: Qual é a sua expectativa para essas eleições, em Araraquara?

Boi: “São positivas, pois é o momento de todos fazerem uma reflexão dos últimos quatro anos de atuação do prefeito e de nossos vereadores, é a hora do povo se posicionar, cada pessoa com igualdade de responsabilidade. É a democracia mostrando sua força!”

 O Imparcial: Você já foi presidente da Câmara Municipal e candidato a prefeito nas últimas eleições municipais, ficando em terceiro lugar. Qual é a sua principal motivação para se candidatar a uma vaga no Legislativo este ano?

Boi: “Minha maior motivação é que mesmo estando sem mandato eu não perdi a credibilidade das pessoas que sempre me apoiaram, pois neste período consegui ter atuação com a ex-senadora Marta Suplicy e, principalmente com o deputado Baleia Rossi, que originou várias emendas para Araraquara, principalmente os R$ 4,5 milhões que estão sendo aplicados para ampliação dos leitos da UTI da Santa Casa. Mas a maior razão que me motiva, além de estar mais preparado, é saber que neste período fui procurado por inúmeras pessoas que pediram minha atuação para várias demandas. Isso me trouxe o sentimento de que posso ser muito útil ainda para a política que acredito e que tem como prioridade o respeito às pessoas”.

O Imparcial: Como presidente do MDB, como vê a chapa de candidatos a vereadores de seu partido. Você acredita que o MDB consiga fazer mais de quatro cadeiras no Legislativo este ano?

Boi: “Eu vejo com um grande potencial de no mínimo manter as quatro vagas da eleição de 2016, foi um trabalho de quatro anos para ter em nossos quadros homens e mulheres que, na totalidade, têm compromisso e capacidade de serem vereadores que honrem a história do MDB na Câmara Municipal de Araraquara e, que acima de tudo, faça a política que respeita e transforma para melhor as vidas das pessoas”.

 O Imparcial: Com o final das coligações para vereador, muitos candidatos saíram de partidos pequenos e se filiaram em agremiações mais tradicionais. Você acredita que isso vá favorecer os grandes partidos e reduzir a participação dos pequenos, ou esta eleição pode trazer novidades?

Boi: “Toda eleição traz novidades e novas lideranças, mas acredito que com esta mudança a tendência é que os partidos mais organizados e que tiveram como prioridade qualificar seus candidatos para terem um grupo de pessoas de credibilidade, em vários seguimentos da sociedade, vão ter um potencial maior de ocupar as cadeiras no Legislativo”.

O Imparcial: Qual é a sua opinião com relação à coligação em torno do nome de Coca Ferraz (PSL) para a disputa da Prefeitura? Você acha essa é uma decisão acertada ou acredita que o MDB deveria lançar um candidato próprio ao Executivo pela história que tem em Araraquara?

Boi: “Nosso partido decidiu por unanimidade apoiar a candidatura do professor Coca Ferraz a prefeito e também indicou nosso Emedebista Jair Martineli a vice. Vejo que a coligação Sol tem grandes partidos com grandes nomes que se uniram para fortalecer esta candidatura. Araraquara estará em um caminho de geração de empregos e de uma expectativa de avanços em todas as áreas com a vitória nas urnas deste projeto que, com certeza, usará a união como ferramenta fundamental para buscar recursos Estaduais e Federais para alavancar a nossa cidade e melhorar cada vez mais a vida das pessoas”.

O Imparcial: Você possui a experiência de dois mandatos como vereador e também como secretário de três pastas na Prefeitura. Você acredita que isso possa te ajudar em um eventual novo mandato?

Boi: “A experiência é fundamental em todas as áreas, principalmente na política, onde os erros impactam diretamente a vida das pessoas. Eu sempre procuro aproveitar as oportunidades que contribuem com novos conhecimentos e estas atuações no Legislativo e no Executivo, com certeza me deixaram muito mais preparado para que eu tenha capacidade de fazer sempre o correto em minhas atuações e com as pessoas que acreditam em mim”.

O Imparcial: Qual é o seu projeto como vereador? E quais bandeiras você defende?

Boi: “Levo como projeto a prioridade de respeitar as pessoas. Levo como bandeira a minha história de atuação forte em todos os temas que chegam à Câmara e, acima de tudo, mais preparado, pois este período que fiquei sem mandato, pude realizar o sonho de voltar a estudar e me formar no curso superior de Gestão Pública, para estar mais capacitado para poder defender com conteúdo a política que acredito e as pessoas que sempre me fortaleceram em minha vida pública”.

 O Imparcial: Devido à pandemia do novo Coronavírus, o corpo a corpo da campanha eleitoral nas ruas da cidade deve ser menos intenso este ano. Você acha que isso vai favorecer os candidatos que possuem mandatos ou a disputa vai se concentrar mais nas redes socias?

Boi: “Campanha para vereador sempre é muito difícil, são muitos candidatos, mas acredito que os eleitores mesmo com a pandemia irão saber analisar a vida e as atuações dos candidatos, pois as pessoas neste período de confinamento estão refletindo que a política da sua cidade terá uma importância enorme nos próximos quatro anos, pois teremos que ter pessoas capacitadas e com comprometimento incondicional para fazer o certo, para que a vida da nossa cidade volte ainda mais forte que era antes da pandemia”.

O Imparcial: Dê uma mensagem aos leitores e diga por que merece o voto do araraquarense.

 Boi: “Minha mensagem às pessoas é que todos nós temos que ter fé,  acreditando sempre em uma cidade cada vez melhor, que cada um tenha como objetivo respeitar as pessoas e atuar sempre com honestidade, principalmente dos eleitos em 15 de novembro. Desejando em 2021 o início de um ciclo de trabalho e muitas conquistas para nossa Morada do SOL”, finalizou.