Banda Embalaê: a trilha sonora da sua festa

180

Ariane Padovani

Toda festa precisa de uma boa trilha sonora. É ela que anima, emociona e deixa lembranças nos convidados. A Banda Embalaê está há 12 anos fazendo parte da história das pessoas de Araraquara e região e do Triângulo Mineiro com sua animação e repertório variado. Com média de 45 shows anuais, ela é a aposta certeira para o seu casamento, formatura ou evento coorporativo.

Alexandre Cerqueira, proprietário da Embalaê, conta que montou a banda para focar especificamente nesses tipos de festas. “Tocamos de duas a três horas, de acordo com o contrato, e músicas de todos os ritmos. O pessoal curte bastante. E o bacana é que o repertório muda a cada casamento que fazemos, porque é o contratante que escolhe as músicas, montamos de acordo com o que ele quer. Os músicos da banda são de alta qualidade, alguns são formados em conservatório, já tocaram em orquestra, banda de baile, banda de pagode, de todos os estilos musicais. É uma banda que anima, a gente não apenas toca, como também se organiza para fazer a diversão do público. Descemos do palco para cantar com o pessoal, vamos até as mesas dos que são mais tímidos para eles participarem, colocamos os noivos em cima do palco para fazermos umas brincadeiras, mas de maneira profissional e saudável, a gente não abre mão do profissionalismo. Até os noivos mais tímidos sobem no palco, porque fazemos de uma forma descontraída. Também tem um momento do show em que chamamos os padrinhos e madrinhas para dançar e cantar com a gente”, explicou Alexandre, que é conhecido pelo apelido de ‘Pescoço’.

A Embalaê conta com sete músicos, três deles vocalistas. “Além de mim, tem o Fabiano Marquesine, que também toca guitarra e cavaquinho, e o Diego Delgate. São três vozes completamente diferentes uma da outra. Uma é mais aguda, outra média e a terceira, grave. E qual de nós canta depende do estilo da música. Também tem o Tavinho Gomes, que é tecladista, o Ronaldo Fernando é baterista, Tiquila Carboni é percussionista e Rafinha é baixista. Eu já cantei mais de 900 músicas até hoje e quando canto uma que o público participa é gratificante. A gente gosta de ver o público animado, por isso, damos o máximo para que eles se divirtam”, destacou Alexandre.

Projeto completo

 

A banda Embalaê está há 12 anos fazendo a trilha sonora de Araraquara

 

Além da trilha sonora, a Embalaê monta e leva um projeto completo para a sua festa. “Levo o som, o DJ, painel e pista de LED. Montamos um projeto para os noivos ou contratantes de eventos cooperativos ficarem tranquilos. E é tudo ao vivo, não tem nada gravado. Casamento não é igual a um show, abrange muita coisa. A gente vai encaixando as músicas conforme as pessoas vão pedindo”, afirmou o vocalista.

Histórias

Participar de tantas festas faz com que Alexandre tenha boas histórias para contar. “Já vi noivo que bebeu demais e dormiu no meio da festa, noivo que subiu nas treliças, noiva que passou mal depois de beber, sempre tem aquele tio ou primo que quer cantar, também já teve um noivo que ensaiou uma música com a gente e fez surpresa para a noiva, foi bem bacana. Somos uma banda descontraída, então isso contagia a todos”, relembrou o músico.

Início

Alexandre, que também é cabeleireiro e barbeiro há 25 anos e proprietário da Zeus Barbearia, começou a cantar durante a faculdade de Educação Física. “A faculdade foi um start, depois participei da primeira formação do Clube do Samba, que cresceu e se tornou uma banda. Quando nós nos dividimos, eu montei a Turma do Samba, em 1999, junto com amigos. Fiquei com eles durante 12 anos antes de seguir só com a Embalaê. O que nós fizemos com a Turma do Samba, acho que só o Alma Brasileira fez”, revelou.

Os Jorges

Os músicos da Embalaê também se apresentam com o projeto ‘Os Jorges’, criado exclusivamente para o Sesc e Sesi por ser cultural. “Nós tocamos 20 músicas do Jorge Aragão, Seu Jorge, Jorge Vercillo e Jorge Be Jor”, expôs Alexandre.

Pagode do P

Além da Embalaê e do Os Jorges, Alexandre criou há pouco mais de um ano o projeto solo ‘Pagode do P’. “Esse é só de samba clássico e pagode, em que eu chamo alguns amigos para fazer um samba. É um projeto menor, então eu toco com cinco músicos em bares de Araraquara e eventos menores”, finalizou o vocalista.

Contatos da Banda Embalaê:

Telefone – (16)99751-3435

Facebook – @embalae

Instagram – @bandaembalae