Assassino da jovem Danielly Teles é condenado a 34 anos de prisão

A vítima foi morta a facadas na Praça do Bairro São Geraldo, no ano passado

73

O pizzaiolo Dagner Ribas dos Santos Silva, de 34 anos, foi condenado na tarde dessa terça-feira (29), no Fórum de Araraquara, a 34 anos de prisão pelo assassinato da jovem Danielly Teles Baffa, de 25 anos. O crime aconteceu no dia 21 de novembro de 2019, na Praça do bairro São Geraldo.

Dois dias depois do crime, o acusado foi preso, em um bar localizado no Jardim Paraíso, em Américo Brasiliense.

A decisão foi tomada por júri popular, que determinou uma pena de 34 anos de prisão, dos quais 30 devem ser cumpridos em regime fechado. Ele já estava preso na Penitenciária de Araraquara, onde deve permanecer.

O crime

O feminicídio foi registrado, quando Danielly estava sentada em um banco da Praça da Igreja do São Geraldo tomando um sorvete com um amigo de trabalho e, em dado momento, foi surpreendida por seu ex-namorado Dagner, que estava armado com uma faca. Muito alterado, o acusado desferiu vários golpes de faca contra a vítima. O amigo dela correu para não ser atacado também.

Em seguida, Dagner pegou sua motocicleta e fugiu. Testemunhas que passavam pelo local tentaram prestar socorro à jovem, mas ela não resistiu aos ferimentos.

Foto: Reprodução