251 presos de Araraquara são inscritos no Encceja 2019

147

O número de presos custodiados pelo Estado de São Paulo inscritos neste ano no Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) aumentou 18% em relação a 2018. Foram 28.146 participantes ante 24.035. Em Ribeirão Preto e região, 2.456 reeducandos de 13 unidades prisionais devem prestar o exame (veja quadro abaixo). Nesta modalidade, é possível conquistar a elevação de escolaridade, certificando o Ensino Fundamental ou Médio, dependendo do nível de ensino que o participante está inserido.

O Encceja para Pessoas Privadas de Liberdade (PPL) é aplicado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) em presídios e unidades socioeducativas de todo o Brasil. As provas normalmente são realizadas em dois turnos, tanto para o Ensino Fundamental quanto para o Ensino Médio.

EXAME

Já o exame ocorrerá em 8 e 9 de outubro. Será certificado o participante que atingir o mínimo de 100 pontos em cada uma das áreas de conhecimento e obter o mínimo de cinco pontos na prova de redação.

Os responsáveis pedagógicos das unidades, que realizam as inscrições dos presos no Encceja, também ficam com a missão de acessar os resultados e pleitear a certificação dos inscritos.

É necessário que os interessados em prestar o Encceja PPL tenham idade mínima de 15 anos (para obter certificado de Ensino Fundamental) ou de 18 anos (para a certificação de Ensino Médio).

 

INSCRIÇÕES EM NÚMEROS – 2019

(Por Marcus Liborio )