Plant Art recebe programação do FIDA nesta quarta

71

Nesta quarta-feira, 25 de setembro, a programação do FIDA – Festival Internacional de Dança de Araraquara apresenta: o encontro “Dança em Jogo”, às 20 horas; e a apresentação dos solos “Odoiyá” e “O que se vê do que passou?”, respectivamente com Bel Souza e Luzinete Silva. A programação é gratuita e será realizada no espaço cultural Plant Art, na região central, sem necessidade de retirada de ingressos.

O “Dança em Jogo” abre a programação às 20 horas, sob a coordenação de Felipe Alduina, propondo um jogo de cartas com temas transversais sobre Arte, aberta ao público em geral. De acordo com a curadora do FIDA, Gilsamara Moura, o Dança em Jogo é um encontro que terá uma pessoa com cartas que trazem temas relevantes à vida. “No jogo, seremos provocados a refletir, falar e escutar. Concordância e discordância, porém juntos e juntas vamos aprender a conviver. Uma brincadeira, um jogo, uma vivência”, explica, lembrando que a atividade é aberta ao público em geral, que está convidado a celebrar e “corazonar” com todos presentes.

Os solos “Odoiyá” e “O que se vê do que passou?”, ambos com classificação livre, terão início às 22 horas. O solo “Odoiyá” centra-se em Iemanjá: seus aspectos simbólicos, arquetípicos e sensoriais. Concebido no espaço sagrado de recolhimento do candomblé durante o processo de iniciação da criadora Bel Souza, o espetáculo foi criado a partir de um estado de maré (Marilza Oliveira/UFBA), uma sensação de eterno flutuar, de ter o corpo envolvido pelas águas que vem e vão. O espetáculo tem direção geral da própria intérprete e direção cênica assinada por Marilza Oliveira.

Já em “O que se vê do que passou?”, a bailarina Luzinete Silva aborda questões de submissão e silenciamento, buscando trazer reflexões acerca do corpo feminino que dança e desvenda as possibilidades de posicionamento que lhes foram negadas. Mergulhada no passado, a artista encontra, por meio da dança, coisas que não eram tão visíveis da superfície.

Vale destacar que, ainda na quarta, às 10 e 15 horas, o Festival leva aos alunos da rede municipal, o espetáculo “Ocupação Transitória”, com Douglas Emilio, Felipe Alduina, Lucas Fernandes e Lucas Moraes.

Além da programação de espetáculos, o FIDA também possui uma agenda com atividades de formação. Pela manhã, das 9h às 12h, acontece o “Processo de criação e autodescoberta”, com Ivanise de Carlo (SP), para professores da Rede Pública. À tarde, das 14h às 17h, haverá a minirresidência “Estudos para criação de plataforma digital multimídia”, com Bel Souza e Bruno Lottelli (BA/SP), na Escola Municipal de Dança Iracema Nogueira (de 25 a 27/09).

Toda a programação é gratuita e pode ser acompanhada pelo site e redes sociais da Prefeitura de Araraquara. A Plant Art está localizada na Rua Itália, nº 1711, no Centro (próximo à Biblioteca Municipal).

 

SERVIÇO:

Fida – Festival Internacional de Dança de Araraquara apresenta:

Dia: quarta-feira (25 de setembro)

10h e 15h: Espetáculo “Ocupação Transitória”, com Douglas Emilio, Felipe Alduina, Lucas Fernandes e Lucas Moraes (exclusivo para alunos das escolas públicas de Araraquara)

20h: “Dança em Jogo”, com Felipe Alduina – Plant Art (Rua Itália, nº 1711 – Centro)

22h: Espetáculos solos “Odoiyá”, com Bel Souza + “O que se vê do que passou?”, com Luzinete Silva – Plant Art (Rua Itália, nº 1711 – Centro)

Grátis – Classificação livre