Ozzy Osbourne revela que foi diagnosticado com mal de Parkinson

Cantor deu uma entrevista ao Good Morning America, nesta terça-feira (21), falando sobre a doença

601

Ozzy Osbourne revelou, nesta terça-feira (21), que foi diagnosticado com o mal de Parkinson. O roqueiro deu uma entrevista bastante emotiva ao programa Good Morning America, ao lado de sua esposa, Sharon, onde falou sobre o assunto e sobre os sintomas que vem sentindo.

O músico disse que descobriu a doença enquanto se recuperava de uma queda que sofreu em 2019, época em que precisou cancelar a agenda de shows. “Tem sido muito desafiador para nós. Eu fiz meu último show na véspera de ano novo, no The Forum. Aí sofri uma queda bem feia. Precisei fazer uma cirurgia no pescoço, que estragou todos os meus nervos.”

“Eu fiquei com uma dormência no braço depois da cirurgia, e as minhas pernas ficam frias constantemente. Eu não sei se é o Parkinson ou outra coisa, sabe, mas esse é o problema”, contou Ozzy.

Sharon explicou ainda que o marido foi diagnosticado com o estágio 2 da doença, que não é o tipo mais agressivo. “Há tantos tipos diferentes de Parkinson. Não é uma sentença de morte, longe disso, mas afeta certos nervos do corpo. E acontece de você ter um bom dia, um bom dia, e depois um dia realmente ruim”, disse ela.

O Príncipe da Trevas, que lançará seu novo álbum – “Ordinary Man” – no dia 21 de fevereiro, também expressou seu desejo de continuar trabalhando. “Vindo de um passado da classe trabalhadora, eu odeio desapontar as pessoas. Eu odeio não fazer o meu trabalho. Então, quando eu vejo a minha esposa indo trabalhar, os meus filhos indo trabalhar, todo mundo tentando me ajudar, isso me derruba, porque não posso contribuir com a minha família”, acrescentou ele. “Mas sabe, vamos dizer assim, eu estou muito melhor agora do que eu estava em fevereiro do ano passado. Eu estava em estado de choque”.