Carrapicho Rangel embarca nesta sexta para turnê no Chile

163

Célia Pires (Colaboração)

Santo de casa faz milagre? Para Carrapicho Rangel sim. Ele cita araraquarenses como Lineker e Lilian Jardim, cantoras incríveis que temos que reverenciar. “Tem muita gente boa na cidade que as pessoas deveriam dar mais valor”.

Mas valores à parte, o araraquarense Carrapicho Rangel tem um talento que não tem preço e que o mundo pouco a pouco vem conhecendo.

Para se ter uma ideia, ele embarca nesta sexta-feira (4) para o Chile junto com um dos grupos do qual faz parte, o ‘Código Ternário’, formado Cesar Roversi (sax) e Gustavo Ball (pandeiro), com retorno previsto para o dia 21 de outubro. “Na verdade vamos começar por Arica, passar por quatro cidades, como Santiago. “Acredito que a turnê será linda, pois vamos tocar em alguns festivais de jazz, além de darmos alguns workshops. Tem tudo para ser uma viagem boa, por conta de ser um trabalho próprio. Acredito que as pessoas vão abraçar a nossa música, pois já temos uma experiência em outros países que foram muito legais. Vai ser mais uma ótima experiência. Temos que pensar positivo, pois a vida é maravilhosa e a música tem muito disso, de passar coisas boas para as pessoas. Nossa função será essa no Chile, onde iremos passar 17 dias e com certeza, vamos trazer muita coisa boa de lá”.

A turnê surgiu através do empresário da América Latina, o Eduardo, que enviou um projeto para o Iber Músicas, que envolve três países, e no qual o governo do Brasil através da Secretaria Especial de Cultura apoiava, pois este é o último ano do Brasil no projeto e foram aprovadas passando no Festival Arica Jazz. “O empresário acabou fechando outros shows no Chile”.

Código Ternário

Carrapicho Rangel vai muito bem acompanhado. O Código Ternário já fez várias turnês internacionais como na França, Marrocos, Colômbia. “Recebi uma outra boa notícia nesta segunda-feira, a de que passamos em um outro festival, desta vez no Uruguai em janeiro. Será uma outra turnê. Somos um grupo que toca mais fora do que no Brasil”.

Para Carrapicho, toda turnê internacional é muito significativa, pois, na verdade, o artista vai representar o seu país, a sua cidade, a sua música, a sua composição, além de tocar para pessoas diferentes, de um idioma diferente, apesar da música ser universal. “É gratificante você chegar nesse nível de poder levar sua música para outro país junto com seus companheiros e ainda ser pago por isso. Acho que não tem coisa melhor para um músico representar a sua música, o seu país. Acho que é o auge da carreira do músico tocar em um outro país”.

 

Clube do Artista

Carrapicho também participa do programa do jornalista Rodrigo Viana. “Isso começou em dezembro. Dei uma ideia para o Rodrigo passar para o Magdalena que era para fazer um quadro do Clube da Música, mas sem pretensão nenhuma. Só a de levar convidados e eu ter algum momento ali de levar alguns talentos de Araraquara. Fizemos alguns no programa do Magdalena, inclusive com uma vinheta. Mas assim que o Rodrigo entrou com o programa dele, o projeto tomou uma outra proporção e ele acabou me levando e estou lá até hoje. É um cara que me deu a oportunidade de estar mostrando meu talento, meu trabalho. Devo muito a ele e a toda equipe, as pessoas que trabalham ali comigo, como a Mari Silvestre, a Milena Cravo. O Rodrigo é um cara muito generoso e inteligente e que sabe a linguagem do povo. Um jornalista que considero sensacional e que grande admiração. Ali estou aprendendo com ele cada vez mais. Assim o Painel Paulista é um programa que não mostra somente o meu trabalho, mas quando trago convidados dá abertura para os talentos de Araraquara e região. Agradeço a ao Rodrigo, ao Magdalena e ao Clube da Música que criei junto a eles”.

Mesmo com as inúmeras atividades, Carrapicho não deixa de dar aulas na Escola Livre de Música. “ É uma coisa que nunca vou deixar de fazer enquanto Deus permitir. Vou continuar lecionando, pois é uma das coisas que mais gosto de fazer. Acredito que quando você ensina aprende dobrado”.
Durante a turnê, o Código Ternário irá lançar seu novo disco, “Quarteto Ternário”, nas plataformas digitais. O lançamento será na cidade de Arica, no Festival Internacional Aricajazz y Música del Mondo.