Prefeitura escolhe comissão para discutir proteção contra o Covid-19 nas escolas

Objetivo é garantir uma volta segura às aulas no momento em que as autoridades sanitárias disserem que isso é possível

80

O Comitê de Contingência do Coronavírus Araraquara, instituído por decreto municipal, se reuniu nesta quarta-feira (19), para novas deliberações sobre as medidas de combate à transmissão da Covid-19.

A Secretaria Municipal da Educação realizou, na noite de ontem, o processo de escolha dos representantes de pais de alunos que farão parte da Comissão Intersetorial de Discussão e Apresentação de Medidas e Protocolos de Proteção contra a Covid-19 no Ambiente Escolar. Foi feita ampla divulgação da pauta, dos objetivos, do local, do dia e horário e do público-alvo, garantindo total transparência ao processo.

O processo ocorreu em etapas e três espaços distintos, amplos e higienizados, cumprindo todos os protocolos de distanciamento e regras sanitárias de segurança. Compareceram 31 representantes de pais de alunos matriculados em uma das 43 escolas de educação infantil, que ocuparam um espaço que comporta 150 pessoas; 5 representantes de pais de estudantes matriculados em uma das 14 escolas de ensino fundamental dividiram um espaço para 100 pessoas e 3 representantes de pais de estudantes da educação integral, num espaço que comporta 30 pessoas.

E, finalmente a escolha de titular e suplente se deu entre 3 pessoas, num espaço que comporta 100.

Na ocasião foi eleita a Sra. Evelin Daiane D. Medrado Cruz (representante de pais da Educação Infantil) como titular e, considerando a notória mobilização, interesse e participação dos pais, em acordo entre as partes, o Sr. Adriano José Mariano de Almeida (Ensino Fundamental) e Rosana Aparecida da Silva (Educação Integral) foram eleitos como suplentes.

O objetivo da Comissão é coletar informações, discutir e produzir diagnóstico que subsidie a apresentação de diretrizes, medidas e protocolos necessários a serem implementados, no âmbito da Rede Municipal de Educação, de modo a garantir a uma volta segura às aulas no momento em que as autoridades sanitárias disserem que isso é possível.