Pandemia une Poder Público e sociedade civil de Araraquara

Campanhas solidárias dos últimos cinco meses beneficiam pessoas e famílias em situação de vulnerabilidade no município

23

A assistência social aumentou seus serviços de atendimento em Araraquara este ano por conta da pandemia do novo coronavírus, que tem desempregado muita gente e aumentado a vulnerabilidade econômica no município e unido Poder público e sociedade civil.

Nos últimos cinco meses, além de manter sua política pública de atendimento à população, a Secretaria ampliou as ações com outros setores públicos e privados da cidade.

De acordo com a titular da Pasta, Jacqueline Barbosa, por meio da Rede de Solidariedade, criada em março pela Prefeitura em razão da pandemia, os serviços conjuntos envolvem secretarias municipais e outros órgãos públicos e instituições particulares de Araraquara.

A partir da solidariedade de algumas empresas e da população de Araraquara, as campanhas de arrecadação de alimentos e produtos de higiene pessoal e de limpeza tem aliviado a situação difícil de muitas pessoas e famílias.

Em entrevista ao programa ‘Canal Direto com a Prefeitura – Especial Coronavírus’, na terça-feira (12), via Facebook do Município, Jacqueline apresentou um balanço das atividades assistenciais nesses quase cinco meses de pandemia.

A secretária explicou que para auxiliar uma família em situação de vulnerabilidade, a Smads faz a avaliação socioeconômica e, se for preciso, a Rede de Solidariedade entra em ação com alimentos e produtos de higiene e limpeza arrecadados nas campanhas.

Também por meio da rede solidária, voluntários fazem compras em supermercados e farmácias a pedido de idosos, que precisam manter o isolamento social em casa para evitar aglomerações e o contágio direto com o coronavírus.

Integração

Ao agradecer de público a parceria, a secretária enalteceu as ações realizadas por igrejas e outras instituições da cidade, incluindo escolas e estudantes, que abastecem a Rede de Solidariedade junto com a Prefeitura.

Somente nos últimos cinco meses, foram arrecadadas mais de 100 toneladas de alimentos e adquiridas 48 toneladas diretamente pelo município.

Também foram contabilizados em doação mais de 20 mil itens de produtos de higiene e limpeza e montadas e distribuídas mais de 6 mil cestas básicas para 5.2000 famílias. (A entrevista na íntegra com Jacqueline Barbosa está disponível na página oficial do Facebook da Prefeitura).