Os bancos da discórdia

Bancos de concreto colocados no Parque Infantil temporariamente geram reclamações entre usuários

401

Os bancos de concreto instalados no Parque Infantil, na região central de Araraquara, estão gerando reclamações de usuários, pois além de absorverem o calor do sol, ainda não possuem encostos. De acordo com a prefeitura, eles foram colocados na praça temporariamente.

As redes sociais foram o principal palco das reclamações desde que os novos bancos foram instalados.

Muitas postagens destacaram a parte histórica que os antigos bancos de madeira representam para a cidade. “Ali muita gente namorou, descansou, se divertiu com seus filhos pequenos e passou horas lendo seus livros preferidos. Esses bancos de concreto, além de feios, são desconfortáveis e esquentam muito”, reclamou Maria Almeida da Luz, que frequenta a praça há muitos anos.

O que diz a Prefeitura

De acordo com a assessoria de imprensa da Prefeitura de Araraquara, os bancos de madeira do Parque Infantil foram retirados para restauração e, assim que estiverem prontos, serão recolocados. Os bancos de concreto foram colocados temporariamente.

A reforma dos bancos faz parte da revitalização do Parque Infantil que tem investimento de R$ 1,4 milhão que contempla também a reforma do CER Leonor Mendes de Barros, atendendo reivindicação da região no Orçamento Participativo, além da modernização completa da iluminação, recapeamento da pista de caminhada, troca de mobiliários, quiosque, brinquedos e instalação de novas lixeiras.

Foto: O Imparcial