Grupo São Francisco é vendido por R$ 5 bilhões

264

Da redação

O grupo Hapvida adquiriu o Grupo São Francisco nessa terça-feira (7) em uma transação que envolveu R$ 5 bilhões. Com a efetivação da compra, a companhia com forte atuação no Nordeste, além do interior de São Paulo, Centro-Oeste e Sul do país, assumirá a liderança nacional em número total de beneficiários, tornando-se uma operadora de abrangência nacional.

Segundo o anunciado, a transação será feita quase que integralmente em dinheiro, com apenas 5% do valor sendo pagos em ações da Hapvida aos acionistas do São Francisco. A Hapvida tem em caixa R$ 3 bilhões. O restante, ela emitirá uma dívida de R$ 2 bi para financiar a compra.

Após a confirmação da negociação, a ações da Hapvida dispararam mais de 7% na bolsa.

São Francisco

Com 7,5 mil funcionários, o São Francisco é o plano médico que mais cresceu nos últimos quatro anos no país. O Grupo São Francisco tem 1,8 milhão de vidas, dos quais 1 milhão de planos odontológicos e 800 mil em saúde. Desses, 600 mil estão no interior de São Paulo, uma área dominada pelas Unimed’s e com pouca presença da Amil. O restante está espalhado em Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Goiás e Paraná.

O São Francisco opera em um modelo integralmente verticalizado no mercado paulista, com toda a rede operada pelo próprio plano. Nas outras regiões, adota um modelo de ‘verticalização parcial’, com a utilização de uma rede de parceiros.

O Grupo inaugurou o Hospital São Francisco em Araraquara no último dia 11 de abril, no antigo prédio que abrigou por décadas o Hospital Beneficência Portuguesa. A reestruturação do prédio contou com investimento de R$ 60 milhões na recuperação e modernização da estrutura com base nas leis de proteção a edifícios tombados, além de aquisição de equipamentos de última geração e implantação de uma maternidade.

Hapvida

Já a Hapvida cresceu em uma região carente de oferta de planos baratos e atrai principalmente clientes que antes utilizavam o SUS. “Com a efetivação da operação, a companhia assumirá a liderança nacional em número total de beneficiários, dando continuidade aos planos de expansão apresentados à época de sua oferta pública inicial, tornando-se uma operadora de abrangência nacional”, ressaltou a Hapvida em nota.