Governo de SP prorroga gratuidade na rede Bom Prato para população em situação de rua

Os restaurantes populares vão manter a dispensa de pagamento até o dia 30 de setembro

27

A Secretaria de Desenvolvimento Social do Estado de São Paulo anuncia a prorrogação da gratuidade na rede Bom Prato para a população em situação de rua, visando garantir a segurança alimentar deste público durante a pandemia da Covid-19.

Até o dia 30 de setembro, os restaurantes vão permanecer atendendo gratuitamente as pessoas devidamente cadastradas pelos municípios.

Desde o início da pandemia, foram distribuídas mais de XX milhões de refeições em embalagens descartáveis na rede Bom Prato, sendo mais de XX milhão de cafés da manhã, XX milhões de almoços e XX milhões de jantares. Deste total, mais 230 mil foram gratuitas, sendo 55 mil cafés da manhã, 120 mil almoços e 55 mil jantares.

“Enquanto a população segue se readequando a retomada consciente e gradual do Plano São Paulo, devemos manter nossas ações de proteção social, amparando as pessoas que mais carecem de atenção. E esta prorrogação por mais dois meses é uma das grandes contribuições nossas neste período”, ressalta Célia Parnes, Secretária de Desenvolvimento Social do Estado de São Paulo.

A gratuidade nas refeições da rede Bom Prato para pessoas em situação de rua foi iniciada em junho mediante o cadastramento das prefeituras e a apresentação do cartão com QR Code pelos beneficiários nos restaurantes populares.