Falta de limpeza em terrenos que cercam os linhões causa transtornos a moradores

54

Na tarde de sexta-feira (11), o vereador Rafael de Angeli (PSDB) esteve com a secretária de Obras e Serviços, Anna Padilha, no bairro Jardim Eliana, para tratar da limpeza e do calçamento dos terrenos que cercam os linhões da Companhia Paulista de Força e Luz (CPFL). A sujeira e o mato alto comprometem a passagem de quem transita pela região e causa transtornos aos moradores.

Na Rua Alexandrina Vieira Monteiro, na altura do número 740, o morador Edgar Cerino relata as dificuldades de viver próximo a um terreno abandonado. “Tenho um filho de um ano e três meses e quando saio com ele preciso passar entre os carros, pois não há passeio. Além disso, a falta de limpeza facilita a ocorrência da dengue. Eu e minha esposa já tivemos a doença mais de uma vez.”

No bairro vizinho, Jardim Água Branca, a falta de calçadas também é problema. Quem depende do transporte público enfrenta dificuldades no ponto de ônibus da Avenida Alberto Santos Dumont, localizado também em um terreno onde o mato alto é predominante.

Na Rua Papa Pio X, o problema se agrava. Sem limpeza e sem revestimento asfáltico, a via é motivo de preocupação em épocas de chuva. “Não tem como sair de casa quando chove, pois a rua vira lama”, relata o morador João Batista.

Anna comprometeu-se a encaminhar o pedido para a limpeza deste e de outros terrenos, porém quanto ao calçamento a secretária explica que está acontecendo o processo licitatório para definir a empresa que será responsável por esse serviço.

Para Angeli, “É fundamental que a prefeitura faça as calçadas, pois trará mais segurança aos moradores. A pavimentação também é essencial para os munícipes que pagam seus impostos terem a dignidade de saírem de suas casas e não precisarem colocar saquinhos nos pés até chegarem ao ponto de ônibus, por exemplo. Esses moradores sofrem com esses problemas há mais de 30 anos e precisam do respaldo do poder público”.