Escoteiros vivenciam a rotina de catadores da Cooperativa Acácia

123
Mais de 150 jovens praticam o escotismo em Araraquara

Geralmente ouvimos falar bem de escoteiros, que fazem ações sociais e atividades relacionadas à vida na selva e aventura. Mas dessa vez os escoteiros do grupo Araraquara “José Luis Torquato” vão vivenciar a rotina de catadores, cooperados da Acácia, cooperativa que realiza a coleta seletiva e todo o tratamento de resíduos recicláveis na morada do sol.

O projeto faz parte do Mutirão Nacional Escoteiro de Ação Ecológica, em que os mais de 80 mil jovens do movimento possam realizar atividades relacionadas ao meio ambiente e à sustentabilidade em todo o Brasil.

Em Araraquara, as atividades iniciaram oficialmente no sábado retrasado (25), quando os lobinhos (jovens escoteiros de 7 a 10 anos) recolheram materiais descartados de forma errada na praça próximo ao grupo.

Neste último sábado também houve ação, cerca de 20 jovens de 15 a 18 anos (“sêniores” e “guias” do movimento) passaram a manhã com cooperadas da Acácia, realizando a coleta seletiva no bairro Parque Laranjeiras.

A atividade na Usina de Tratamento de Resíduos
Mais de 150 jovens, que praticam o escotismo em Araraquara, participaram de atividades práticas e variadas em visita à estação de separação de recicláveis.

Conheça as atividades:
Principais lixos “irrecicláveis” que poluem o mundo.
A ONG Cura e o grupo de Políticas Sustentáveis de Araraquara, que trabalham e desenvolvem temas e ações sobre preservação do meio ambiente em nossa cidade, promovem uma roda de conversas dinâmica sobre os principais resíduos produzidos pelo ser humano e quais os impactos deles no planeta.

Reciclagem de isopor e materiais mais rentáveis
Cooperados da Acácia explicam sobre materiais diferenciados e que têm um preço valorizado no mercado de reciclagem, como aerossóis, placas de eletrônicos e também o isopor, este que tem um tratamento diferenciado na cooperativa, que é uma das pioneiras no Brasil em realizar a transformação desse material em tarugos de matéria prima, utilizados pela indústria de construção para produzir placas utilizadas no ramo de engenharia e arquitetura.

Conhecendo o processo do início ao fim
Os jovens entendem e presenciam todo o processo do tratamento de resíduos dentro da usina. Desde a captação desse material, separação, compactação e mercados de venda dessa matéria prima reciclada.

Triagem na esteira
Junto aos cooperados, os jovens fazem, na prática, a separação intermediária dos resíduos na esteira da cooperativa. Através da vivência e cooperação, podem replicar a ideia da reciclagem através da própria experiência.

Construindo uma “mosquitoeira”
Em parceria com a Câmara Municipal, representada pelo vereador Rafael de Angeli, constroem uma “mosquitoeira” ecológica com garrafas pet, que aprisiona os mosquitos, inclusive aedes aegypti, ajudando a comunidade a buscar novas alternativas de cooperação social frente a epidemias.
Para acompanhar a atividade ao vivo, siga o Instagram (@escoteiroararaquara) e a página oficial do grupo no Facebook (fb.com/ EscoteiroAraraquara).