Bags da Acácia são jogados em área de preservação ambiental

1

Suze Timpani

Moradores da Rua Julio Teixeira Borges com a Avenida Espírito Santo, no Parque Gramado, relatam que é comum que os bags da Cooperativa Acácia de catadores, sejam deixados no local, conseguinte o lixo se espalha na área de preservação.

Uma das moradoras do local, enviou à redação fotos e relatou que os bags estavam nessa área desde sábado (8) e que entrou em contato com a Acácia via e-mail e telefone pedindo que fossem até o local retirar os recicláveis que ali estavam.

Segundo ela, funcionários estiveram no local nessa segunda-feira (10), jogaram o material na área de preservação e foram embora, sendo possível a comprovação do fato, devido às imagens de sua câmera de segurança.

Novamente ela entrou em contato com a empresa, mas ninguém voltou pra retirar o lixo. A moradora afirma também que no final da tarde da segunda-feira, outros vizinhos juntaram o material e atearam fogo dentro da reserva.

Lixo ficou jogado na área de preservação

 

A reportagem entrou em contato com a Presidente da Acácia, Helena Francisco da Silva, que nos informou que nesse ecoponto sempre há problemas, devido ao fato de outros catadores, que não fazem parte da cooperativa, usarem também bags parecidos e que abandonam em qualquer lugar, sendo assim, a população confunde.

Ela informou, ainda, que pediu para os funcionários que os bags fossem retirados do local, embora não tivessem a marca da empresa. Segundo Helena, moradores dos arredores jogaram lixo orgânico nos bags e o grande erro foi os catadores da cooperativa, quando foram retirar, despejaram o que não era reciclável no local.

Helena ressaltou que já orientou os funcionários para que quando houver lixo orgânico, deve-se colocar em outro saco e levar para descarte correto.

A presidente da cooperativa salientou que muitos bags da Acácia vem sendo furtado diariamente por catadores de recicláveis que circulam pela cidade.