Araraquara volta a receber voos comerciais

O voo inaugural aconteceu na manhã desta terça-feira (17), com partida de Viracopos, em Campinas, trazendo diversas autoridades

175

Ap√≥s cinco anos, o Aeroporto Estadual ‚ÄúBartholomeu de Gusm√£o‚ÄĚ, em Araraquara, voltou a receber voos comerciais da Azul Linhas A√©reas. O voo inaugural aconteceu na manh√£ desta ter√ßa-feira (17), com partida de Viracopos, em Campinas, trazendo diversas autoridades, entre elas o prefeito Edinho Silva (PT) e o vice-presidente da C√Ęmara, Edio Lopes (PT). A chegada em Araraquara, √†s 9h30, foi batizada com jatos de √°gua.

Para o parlamentar, a expectativa √© que a volta dos voos fomente o turismo regional e, principalmente o rural ‚Äúque tem muito potencial e precisa ser desenvolvido‚ÄĚ, disse. Inicialmente, os voos entre as duas cidades acontecem quatro vezes por semana, sempre √†s ter√ßas, quintas, s√°bados e domingos, com partida de Campinas para Araraquara √†s 9h30. As decolagens no caminho inverso acontecem √†s 10h45. Ap√≥s a certifica√ß√£o do aeroporto para opera√ß√Ķes noturnas, os voos passar√£o a ser di√°rios, com sa√≠da de Araraquara √†s 5h45 e retorno √†s 22h50.

O assessor da presid√™ncia da Azul, Ronaldo Veras, destacou que a empresa ‚Äún√£o est√° ligando apenas Araraquara a Campinas, e sim toda a regi√£o a mais de 60 destinos no Brasil e fora do Pa√≠s.‚ÄĚ Ele ainda apontou para os valores atraentes das tarifas, com op√ß√Ķes a partir de R$ 50,00, sendo o valor m√©dio estimado em R$ 180,00. ‚ÄúViemos para ficar‚ÄĚ, afirmou.

O retorno da Azul para a cidade integra o programa estadual “S√£o Paulo para Todos”, que concedeu redu√ß√£o na al√≠quota do imposto sobre querosene de 25% para 12%, tendo como contrapartida o investimento das empresas a√©reas no fomento da avia√ß√£o no interior e no litoral do estado de S√£o Paulo. Representando o secret√°rio de Turismo do Estado de S√£o Paulo, Lu√≠s Sobrinho, tra√ßou um paralelo entre a hist√≥ria do Brasil e o desenvolvimento dos meios de transporte, ressaltando que ap√≥s os portos, as ferrovias e as rodovias, hoje, ‚Äúos aeroportos s√£o o centro de distribui√ß√£o e desenvolvimento econ√īmico de qualquer munic√≠pio do Brasil‚ÄĚ.

Tamb√©m participaram do evento os vereadores Edson Hel (Cidadania), J√©ferson Yashuda (PSDB), Jos√© Carlos Porsani (PSDB), Paulo Landim (PT), Rafael de Angeli (PSDB), Roger Mendes (Progressistas), Toninho do Mel (PT) e Z√© Luiz ‚Äď Z√© Macaco (Cidadania). O superintendente do Departamento Aerovi√°rio do Estado de S√£o Paulo (Daesp), Ant√īnio de Oliveira Claret, e o secret√°rio de Log√≠stica e Transportes do Estado de S√£o Paulo, Jo√£o Otaviano, foram representados pelo diretor de Opera√ß√Ķes Aeroportu√°rias, √Ālvaro Cardoso J√ļnior.

História

O Aeroporto Estadual de Araraquara foi inaugurado na d√©cada de 1930. Nos anos 1970, o local ganhou um terminal de passageiros e a pista foi pavimentada e ampliada pelo Daesp. O √ļltimo per√≠odo em que o aeroporto recebeu voos comerciais foi entre 2013 e 2014, tamb√©m com viagens pela Azul Linhas A√©reas entre Araraquara e Campinas, ap√≥s uma ampla reforma que expandiu o terminal de passageiros de 210 m2 para 1,6 mil m2.

A volta dos voos foi anunciada em abril, em evento no Pal√°cio dos Bandeirantes, em S√£o Paulo, com a presen√ßa de autoridades locais. ‚ÄúNunca achei normal que um aeroporto que recebeu tamanho investimento ficasse desativado. H√° muitas capitais no Brasil que n√£o t√™m esta estrutura‚ÄĚ, disse o prefeito Edinho Silva, para quem o retorno dos voos presta um relevante servi√ßo √† comunidade, al√©m de fomentar o desenvolvimento econ√īmico e transformar Araraquara em um grande polo de investimento.