Araraquara registra mais 42 novos casos de Coronavírus

A cidade conta hoje com uma taxa de ocupação de 38% de leitos de enfermaria e 34% de UTI

25

Araraquara registrou mais 42 casos de Coronavírus nesta terça-feira (1º). Portanto, agora, são 3.244 casos confirmados na cidade. Do total de confirmados, 270 permanecem em quarentena e 2.943 já saíram. Aguardam resultado de exames 120 amostras.

Hoje, 56 pacientes estão internados. Destes, 37 estão em enfermaria – 8 suspeitos e 29 confirmados. E 19 estão na UTI – 4 suspeitos e 15 confirmados. Do total de 56 internados, 42 são moradores de Araraquara e 14 são de outros municípios e foram transferidos para hospitais da cidade.

Com relação às internações de todos os serviços hospitalares que disponibilizam leitos para Covid-19 (público e privado), a cidade conta hoje com uma taxa de ocupação de 38% de leitos de enfermaria e 34% de UTI.

Na Santa Casa de Araraquara, a taxa de ocupação de leitos para Covid-19 está em 50% na enfermaria e 90% na UTI. No HEAB, Hospital Estadual de Américo Brasiliense, que atende toda a região central, a taxa de ocupação de leitos é de 100% na enfermaria e de 80% na UTI. O Hospital de Campanha tem hoje 14 pacientes.

Foram notificados, até o momento, 31 óbitos decorrentes de Coronavírus. O caso mais recente de óbito é de um homem de 65 anos, com comorbidades, que estava internado em Ribeirão Preto, na rede particular.

Todos os positivados, assim como seus comunicantes, estão sendo monitorados pelas equipes da Secretaria Municipal da Saúde. O objetivo é orientar e cobrar o cumprimento da quarentena.

Os dados sobre os bairros com casos confirmados e o perfil dos positivados podem ser consultados em link disponibilizado pela Prefeitura, em parceria com o grupo Urbie, Grupo de Inovação e Extensão em Engenharia Urbana. (https://arcg.is/neO5H)

Rede de Solidariedade

Conforme balanço divulgado semanalmente, a Rede de Solidariedade do Município arrecadou, de 25 de março a 31 de agosto, um total de 103.438 quilos de alimentos. O resultado foi a entrega, até agora, de 7.549 cestas que atenderam, até o momento, 5.477 famílias em situação de vulnerabilidade.

As cestas foram distribuídas no território da Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social, nas unidades dos CRAS que estão atendendo o público e também através do Fundo do Fundo Social de Solidariedade.

A Rede de Solidariedade também contabilizou, até 31 de agosto, a arrecadação de 25.593 itens de limpeza e higiene pessoal, destinados em 4.499 kits. Foram doados ainda 8.696 litros de leite.

A demanda da Rede de Solidariedade também conta com os programas municipais de proteção social, incluindo o PMAIS, PIIS, Bolsa Cidadania, Apoiadores da Dengue e do Coronavírus e do Jovem Cidadão, além das cestas de alimentos e de hortifrutigranjeiros da alimentação escolar, por iniciativa da Secretaria Municipal da Educação. Até agosto, a Educação já havia distribuído mais de 32 mil cestas, entre estocáveis e hortifrutigranjeiros.

Em dinheiro, a conta corrente da Rede de Solidariedade tem hoje R$ 6.622,00. Já foram utilizados, desta conta, R$ 4.101,00 para adquirir itens e completar cestas que foram entregues. O saldo atual é de R$ 2.521,00.

As famílias são atendidas pela Rede mediante avaliação feita pelas equipes de assistência. A Rede de Solidariedade do Município funciona pelo telefone 0800-773-1145, que recebe ligações das 8h às 18h, todos os dias, inclusive nos finais de semana. A Prefeitura também possui duas contas correntes para doações.