Araraquara é destaque como a cidade com a menor taxa de letalidade no Estado

A cidade tem sido destaque nacional pelas ações que têm tomado no combate ao Coronavírus

46

Na coletiva da tarde dessa terça-feira (14), o governo do estado de São Paulo destacou, por meio do Secretário do Desenvolvimento Regional, Marcos Vinholi, Araraquara como a cidade com a menor taxa de óbitos por Covid-19 do estado. Segundo o secretário, a cidade tem uma taxa de 1,17% em cada 100 mil habitantes, seguida de Taubaté 1,8% e Bauru 2,6%, enquanto o estado de São Paulo tem 4,8%.

Araraquara tem sido destaque nacional pelas ações que têm tomado no combate ao Coronavírus. Destaca-se pela política de ampla testagem e diagnóstico, com apoio dos laboratórios da Unesp e Uniara, que coloca a cidade acima da média nacional.

Desde o início da pandemia até dia 1º de julho, foram feitos 8.300 testes, o que representa 3.516 testes para cada 100 mil habitantes — Araraquara tem estimativa populacional de 236.072 pessoas, segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

No mesmo período, o Brasil realizou 3.227.591 testes para uma população de 212.562.300 habitantes, segundo o Worldometers, site de estatísticas em tempo real. Isso significa que são 1.518 testes a cada 100 mil habitantes. O número é superior também ao registrado pela Coreia do Sul, um dos países mais reconhecidos mundialmente pelo trabalho realizado desde o início da pandemia em diagnóstico e monitoramento de infectados. Por lá, o índice de testagem é de 2.528 por 100 mil habitantes (1.295.962 testes em um total de moradores de 51.269.407).

Internação precoce

A cidade também tem inovado com a política de internação precoce dos positivados, o que tem antecipado os protocolos de enfrentamento à doença. Por esse motivo a cidade tem hoje uma média de 30% da utilização dos leitos de UTI.

Destaca-se ainda as equipes de busca ativa, consultas domiciliares de positivados e da população que compõe os grupos de risco. Isso tem antecipado internações antes da evolução da doença, o que significa ocupação de leitos de enfermeira, afastando o risco de colapso dos leitos e UTI.

A cidade também tem equipes de telemedicina, que acompanha os casos não sintomáticos e em recuperação da doença.

Todas essas ações, segundo a secretária de saúde, Eliana Honain, têm sido fundamental para que a letalidade seja a mais baixa do estado, uma das baixas do Brasil, que tem o índice de 3,85%, e uma das mais baixas do mundo, por exemplo, a Alemanha, que é referência mundial no combate à Covid19, tem um índice de 4,55%.

Essas ações colocaram a cidade em destaque na mídia nacional. O Jornal O estado de São Paulo, GloboNews e Portal Terra, recentemente, citaram a cidade como referência nos cuidados e enfrentamento ao vírus.

Segundo Eliana Honain, a forma como o prefeito se envolve nas ações de combate à pandemia, liderando pessoalmente as iniciativas, fez e continua fazendo toda a diferença, já que oferece o suporte necessário para todos os profissionais envolvidos.