Wahsington Post: Bolsonaro é o pior “líder” no combate ao coronavírus

Ele ainda acha que se trata de uma "gripezinha"?

51

O “Washington Post” publicou nesta terça-feira 14/IV um editorial em que classifica Jair Bolsonaro como o pior líder mundial no combate ao novo coronavírus. Sob o título “Líderes arriscam vidas minimizando o coronavírus. Bolsonaro é o pior”, o texto fala sobre como as medidas dos governos de cada país influenciam na gravidade da pandemia.

O governo brasileiro é visto como “no fundo do barril global”, ao lado dos comandos da Bielorrússia, Turcomenistão e Nicarágua, que “rejeitaram a seriedade do vírus e incitaram seus cidadãos a continuar mais ou menos o normal.”

Diz o jornal estadunidense:

“De longe, o caso mais grave de improbidade é o do presidente brasileiro Jair Bolsonaro. Quando as infecções começaram a se espalhar no país de mais de 200 milhões de pessoas, o populista de direita descartou o coronavírus como ‘uma gripezinha’ e incitou os brasileiros a ‘enfrentarem o vírus como homem, caramba, não um garoto’. Pior, o presidente tentou repetidamente minar as medidas tomadas pelos 27 governadores estaduais do país para conter o surto.”