Para Maia, aumento da pontuação para 40 pontos na CNH é correto

Projeto que altera o Código Brasileiro de Trânsito está sendo discutido no plenário. Para não profissionais, pontuação máxima depende de multas

34

O presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou nesta terça-feira (23) que concorda com o aumento da pontuação para suspensão da CNH (Carteira Nacional de Habilitação) dos atuais 20 para 40 pontos para motoristas profissionais. O texto está sendo discutido neste momento pelo plenário da Câmara dos Deputados.

“O aumento da pontuação para aqueles que trabalham diretamente no setor, aqueles que trabalham com táxi, uber, caminhão, acho o aumento correto e outro aumento (prazo maior para a renovação) acho que o brasileiro tem qualidade de vida melhor, é uma questão que pode ser ampliada. Acho que o relator foi no caminho correto, fez restrições também corretas.  O relatório melhorou o texto que veio do governo, mas há polêmicas ainda que precisam ser superadas pelo plenário na análise dos destaques dos partidos”.

O projeto é do Executivo e foi defendido pelo presidente Bolsonaro. O texto original previa aumento da pontuação para todos os motoristas, mas foi modificado na Câmara. A pontuação de 40 pontos vale para motoristas profissionais e para os não profissionais será escalonada.