Para 45%, Congresso deveria abrir processo de impeachment de Bolsonaro, diz Datafolha

Pesquisa foi divulgada no site do jornal 'Folha de S. Paulo'. Segundo o levantamento, 48% são contra, e 6% não responderam. Margem de erro é de três pontos percentuais

86

Pesquisa do instituto Datafolha publicada nesta segunda-feira (27) pelo site do jornal “Folha de S.Paulo” mostra os seguintes percentuais de apoio e reprovação da população a uma eventual abertura de processo de impeachment do presidente Jair Bolsonaro.

O Datafolha questionou: “Opinião sobre Congresso abrir ou não processo de impeachment contra o presidente Jair Bolsonaro”.

  • “Não deveria”: 48%
  • “Sim, deveria”: 45%
  • Não sabe: 6%

Segundo a “Folha”, o instituto ouviu 1.503 pessoas por telefone, e a margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos.

Pedidos de impeachment de Bolsonaro foram anunciados na semana passada por políticos e entidades da sociedade civil após Sergio Moro ter anunciado demissão do cargo de ministro da Justiça.

No anúncio, Moro disse que Bolsonaro tentou interferir politicamente na Polícia Federal e que a exoneração do diretor-geral da PF, Mauricio Valeixo, publicada como “a pedido” no “Diário Oficial da União” e assinada por Moro e Bolsonaro, não teve a assinatura dele – Moro – nem foi a pedido de Valeixo.

Posteriormente, um novo decreto de exoneração de Valeixo foi publicado sem a assinatura de Moro. O “Diário Oficial” informou que houve “incorreção” na primeira publicação.

No mesmo dia em que Moro anunciou a saída do governo, Bolsonaro fez um pronunciamento no Palácio do Planalto no qual afirmou que as acusações do ex-ministro eram infundadas.

Outros dados

A “Folha de S.Paulo” também publicou os seguintes dados da pesquisa Datafolha:

“Opinião sobre renúncia de Jair Bolsonaro”

  • “Não deveria renunciar”: 50%
  • “Deveria renunciar”: 46%
  • “Não sabe”: 5%

“Avaliação do desempenho de Bolsonaro em relação ao surto de coronavírus”

  • “Ótimo/bom”: 27%
  • “Regular”: 25%
  • “Ruim/péssimo”: 45%
  • “Não sabe”: 3%

“Avaliação do governo de Bolsonaro”

  • “Ótimo/bom”: 33%
  • “Regular”: 26%
  • “Ruim/péssimo”: 38%
  • “Não sabe”: 3%