Editorial

Eleições, pesquisas e inconformismo

27

Passadas as eleições municipais que confirmaram a reeleição do prefeito Edinho Silva (PT) em Araraquara, seguido de Dr. Lapena e Coca Ferraz, temos que destacar a importância das pesquisas eleitorais e a confiabilidade das mesmas. Como em todas as ocasiões em que foram publicadas pesquisas antes de eleições, sejam elas, no âmbito municipal, estadual ou federal, neste ano houve muita contestação por parte de quem aparecia na parte de baixo da tabela nas intenções de votos para prefeito de Araraquara.

Em seus 90 anos contando a história de Araraquara e do mundo, o Jornal O Imparcial já passou por várias situações aonde foi atacado de diversas formas, inclusive com o uso da intimidação e da força.

No início dos anos 2000, a mesma empresa que realizou a pesquisa de intenção de votos das eleições deste ano, o Instituto Data Press, foi contratada pelo O Imparcial para fazer uma pesquisa dias antes das eleições e os números apontaram que um candidato novato deveria vencer o pleito para prefeito. Inconformado, o candidato que acreditava que, por ter mais apoio político, venceria facilmente as eleições, foi até a redação do jornal acompanhado de ‘capangas’ na tentativa de intimidar os jornalistas para que eles desistissem de publicar a pesquisa. O fato é que ele acabou sendo expulso da redação pela diretora do jornal e as eleições confirmaram as previsões da pesquisa.

Passados quase 20 anos, a história se repete e alguns dos personagens ainda são os mesmos. A diferença é que, hoje, os ataques quase sempre se concentram via internet.

Gente que se auto intitula ‘pessoas de bem’, fazem ataques raivosos, quase sempre sem nenhuma prova do que vociferam, munidas apenas de ódio e ignorância pura. Muitos, inconformados com a derrota prévia de seus candidatos antecipada pelos números, disseram que a pesquisa encomendada pelo O Imparcial não seria confiável e que os resultados não seriam confirmados no dia das eleições. Erraram meus caros. Assim como em todas as outras pesquisas encomendadas pelo jornal nas últimas décadas, esta foi certeira, pois refletiu a voz da população de Araraquara. É claro que nem todos os 233 mil habitantes da cidade foram visitados pelos pesquisadores, mas através de dados matemáticos, nós sabemos que com um número correspondente ao percentual do total podemos ter uma noção muito próxima de como pensa a maioria da população naquele momento.

Alguns candidatos e, principalmente seus seguidores, fizeram ataques ao jornal O Imparcial em suas redes sociais como se fossem os donos da verdade e que todos que pensam diferente deles estavam errados. Ao final, tiveram que se conformar com a derrota.

O Jornal O Imparcial destaca que sempre se pautou pela imparcialidade das notícias e a lisura no trato com os mais variados assuntos tratados em suas pautas, sempre buscando a verdade dos fatos, doa a quem doer. Estamos sempre abertos para o diálogo e as discussões salutares respeitando todos os pontos de vista.